iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

03/12 - 14:09

Bruno sai em defesa de Caio Junior e não quer Vasco rebaixado

"Ele trabalha 24 horas por dia para as coisas darem certo e não é justo que o culpem", defendeu o goleiro

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - Após pedidos da torcida organizada do Flamengo para que o time entregue o jogo contra o Atlético-PR para rebaixar o Vasco, o goleiro Bruno, um dos líderes do grupo, garantiu torcer para que os vascaínos permaneçam na primeira divisão. “Além de eu ser profissional, eu vejo o lado do Vasco e tenho amigos lá.

E pela grandeza do Vasco, eu não quero que o Vasco caia. O Rio de Janeiro perderia com isso. O Rio de Janeiro já é prejudicado com os quatro grandes na primeira divisão, imagina com menos um. Seria ruim para a gente no Campeonato Brasileiro”, comentou o goleiro.

Além de defender o rival, Bruno também aproveitou a entrevista concedida nesta quarta-feira para prestar solidariedade ao criticado Caio Júnior. O goleiro garantiu que o treinador não tem culpa pela queda de rendimento da equipe no Campeonato Brasileiro.

“É um crime crucificá-lo, até porque o Caio Júnior não entra em campo e não faz gol. Ele trabalha 24 horas por dia para as coisas darem certo e não é justo que o culpem. Temos é que agradecê-lo pelo seu trabalho”, afirmou Bruno.

E ao contrário do que costuma ocorrer nos treinamentos realizados nas quartas-feiras, o técnico Caio Júnior não conversou com a imprensa desta vez. O treinador só concederá entrevista na próxima sexta, de acordo com a assessoria de imprensa.


Leia mais sobre: Bruno Caio Júnior Flamengo



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo