iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

02/12 - 18:37

Leandro vê Palmeiras diferente em 2008: 'Somos mais maduros'

Clube quer apagar o fracasso do ano passado contra o Atlético-MG, quando a torcida deixou o Palestra frustrada no último jogo

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - O Palmeiras entra em campo neste domingo diante do Botafogo para garantir a vaga na Libertadores da América e apagar o fracasso do ano passado contra o Atlético-MG, quando a torcida deixou o Palestra Itália frustrada com uma derrota na rodada final do Campeonato Brasileiro. O lateral-esquerdo Leandro, um dos remanescentes de 2007, está confiante: ele observa um grupo alviverde mais preparado para a decisão no Palestra Itália.

Em 2008, o Palmeiras apostou em nomes de peso para reforçar o elenco. Contratou jogadores importantes como Diego Souza e Kléber, além de manter as principais peças do ano passado, como o goleiro Marcos, o zagueiro Gustavo e os volantes Martinez e Pierre.

“O grupo deste ano é completamente diferente. Ano passado, perdíamos muito dentro de casa. Hoje, se sofrermos um gol em casa, nossa equipe é mais madura para enfrentar isso. Não tem tanto problema”, comparou Leandro, após o treino desta terça-feira na Academia de Futebol.

Fã incondicional do trabalho de Vanderlei Luxemburgo, Leandro acredita que o atual treinador é um outro diferencial do Palmeiras de 2008. O lateral assegura que o comandante não vai permitir qualquer tipo de menosprezo em relação ao Botafogo, que entra sem responsabilidade para o jogo.

“No ano passado, o grande problema é que entramos relaxados, não tinha a conversa que ouvimos esse ano, de cobrança pelo resultado”, disse o camisa seis, que tem os direitos presos ao Porto, de Portugal.

A derrota da última rodada de 2007 frente ao Atlético-MG ainda está viva na memória dos jogadores alviverdes. No dia anterior, Marcos bateu muito na tecla de respeito ao rival. Já Leandro mostrou ter uma memória apurada: lembrou, inclusive, do aniversário de um ano da “tragédia”.

“Faz 1 ano hoje (terça-feira), dia 2, ficamos tristes, chateados, mas serviu de lição e não vai acontecer de novo”, encerrou o lateral-esquerdo.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo