iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

01/12 - 19:51

Precisando de vitória, São Paulo e Grêmio têm histórico ruim

Historicamente, os dois times, que lutam pelo título, não costumam se sair bem na última rodada do Brasileirão

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - O São Paulo é líder do Campeonato Brasileiro de 2008 com 72 pontos, três à frente do Grêmio, que tem 69. Na última rodada, que vai definir o campeão, o Tricolor paulista vai até o Centro-Oeste do Brasil enfrentar o Goiás e o Tricolor gaúcho recebe o Atlético-MG em casa.

Para os atuais bicampeões levarem o tri, basta um empate contra o Esmeraldino. Já o time sulista precisa ganhar sua partida e torcer por uma derrota do São Paulo. Porém, historicamente, os dois times não costumam se sair bem na última rodada do Brasileirão.

Desde que passou a ser disputado por pontos corridos, em 2003, o melhor time do primeiro turno vence o campeonato. Foi assim com Cruzeiro, Santos, Corinthians e duas vezes com o São Paulo. Neste ano, o Grêmio foi o melhor time da primeira metade do torneio. Porém, desde 2003 o time que chega à última rodada como líder é o campeão (seja de maneira antecipada ou não).

Nos últimos cinco anos, o São Paulo não tem conseguido bons resultados em sua última aparição no ano. Em 2006 e 2007, já consagrado como campeão, perdeu para o Atlético-PR na Arena da Baixada (por 2 a 1) e empatou com o Paraná no Durival de Britto (0 a 0). Em 2005, o único triunfo tricolor: vitória em casa sobre o Furacão por 2 a 1. Em 2004 o atual líder do campeonato perdeu para o Goiás no Serra Dourada (por 2 a 0) e em 2003 caiu para o Flamengo em pleno Morumbi (3 a 1).

Já o Grêmio não tem um retrospecto melhor que o time de Muricy Ramalho. Ano passado, só empatou com o Corinthians (1 a 1) no estádio Olímpico. Em 2006 perdeu para o Fortaleza (1 a 0) lá no Ceará. Em 2005, o Grêmio não disputou a primeira divisão, e a Série B contava ainda com um quadrangular final. O último jogo tricolor na segundona foi a Batalha dos Aflitos que o time gaúcho venceu por 1 a 0. No ano em que foi rebaixado, 2004, o time gaúcho venceu o Guarani em Campinas e na primeira temporada dos pontos corridos, 2003, empatou com o vice-campeão Santos (2 a 2) na Vila Belmiro.

Em síntese: o São Paulo venceu uma e empatou outra e perdeu três desde que o torneio assumiu a fórmula atual e o Grêmio empatou duas, ganhou uma e venceu outra na primeira divisão. Apenas um empate dá o título aos paulistas e os gaúchos só podem pensar em vencer. Das últimas cinco edições, apenas em 2004 aconteceu uma situação que tiraria o tricampeonato do time de Rogério Ceni (derrota do tricolor paulista para o Goiás e vitória do tricolor gaúcho sobre o Gaurani, ambas fora de casa).

A fórmula de pontos corridos só produziu duas rodadas finais decisivas: em 2004, com Santos e Atlético-PR, em 2005, com Corinthians e Internacional. Nestas duas ocasiões o segundo colocado não conseguiu uma vitória. O Colorado perdeu para o já rebaixado Coritiba no Couto Pereira (1 a 0) e o Furacão não saiu do empate com o Botafogo (1 a 1) em casa. Enquanto isso, o Santos ganhou do Vasco na Vila Belmiro por 2 a 1 e garantiu o título e o Corinthians perdeu para o Goiás no Serra Dourada por 3 a 2 e contou com uma ajuda do time vermelho do sul para levantar a taça.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo