iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

01/12 - 09:51

Fábio Costa admite má temporada e não poupa críticas à diretoria
“Esse grupo merecia coisa melhor do que ficar na primeira divisão do Campeonato Brasileiro", lamentou o goleiro

Gazeta Esportiva

BELO HORIZONTE - O goleiro Fábio Costa admitiu, após o empate do Santos por 0 a 0 com o Atlético-MG no Mineirão, que o time da Vila Belmiro não teve uma boa temporada neste ano. Para o capitão santista, com a capacidade que tem o elenco alvinegro, garantir a permanência na Série A é muito pouco para um clube que se habituou a disputar títulos nos últimos anos.

“Esse grupo merecia coisa melhor do que ficar na primeira divisão do Campeonato Brasileiro. Para mim, foi um ano frustrante, por tudo que o Santos representa, pelo elenco qualificado que tem. Os problemas de planejamento que tivemos no começo do ano estragaram toda o semestre”, comentou o goleiro, em entrevista à rádio Globo.

Na opinião do camisa um do Peixe, tanto os atletas quanto os dirigentes devem fazer uma reflexão sobre a situação que a equipe passou nesta temporada. “Lutamos para não cair no Paulistão e também no Brasileirão. Que fique a lição não só para os jogadores, mas para quem comanda o clube também”, alertou.

Para Fábio Costa, caso o Alvinegro Praiano deseje estar na parte de cima da tabela nas competições que entrar no ano que vem, será preciso rever alguns conceitos. No entanto, o arqueiro se manifestou mais uma fez favorável a permanência do técnico Márcio Fernandes no comando do time em 2009.

“Esse ano foi uma página a se esquecer em questão de títulos, porém muito importante para se aprender com os erros”, disse. “A diretoria já sabe qual é o pensamento dos jogadores. O Márcio fez um grande trabalho e merece continuar conosco. Agora, quem decide é o presidente e ele tem um mês para analisar e ver o que é melhor”, concluiu.


Leia mais sobre: Fábio Costa Santos Série A



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo