iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

30/11 - 22:25, atualizada às 11:16 01/12

Para Caio Jr., pesou pressão psicológica “normal no Maracanã”

Irritado, técnico explicou que o time caiu de produção principalmente após tomar o segundo gol; veja vídeo abaixo

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - A rodada aconteceu do jeito que o Flamengo sonhava: o Palmeiras empatou com o Vitória e o Cruzeiro perdeu para o Internacional. O que nenhum rubro-negro esperava, no entanto, era o empate por 3 a 3 com um Goiás sem pretensões no Maracanã, principalmente após estar vencendo por 3 a 0 até os 35 minutos do primeiro tempo.

Tentando demonstrar tranqüilidade, Caio Júnior se preocupa em blindar seu elenco das críticas, principalmente pelo fraco desempenho na etapa final, quando os visitantes tiveram mais chances até de levar os três pontos do Rio de Janeiro para Goiânia.

“Não teve apatia. A equipe sentiu a pressão psicológica, o peso de ter tomado o segundo gol e deixou de ter a segurança e a confiança que tinha no primeiro tempo. Isto é normal aqui no Maracanã e, quando acontece, o tempo passa e a pressão aumenta”, diagnosticou o técnico, eximindo-se de culpa. “Fiz o que pude com as opções que tinha no banco, mas criamos pouco no segundo tempo.”

A “pressão” citada pelo comandante já foi sentida em outras partidas do Rubro-negro diante de sua torcida, quando perdeu por 3 a 0 para o Atlético-MG e empate por 2 a 2 com a Portuguesa assegurado nos acréscimos – jogo que poderia dar a liderança aos cariocas. Como nos outros tropeços, sobraram lamentações desta vez.

“Não fizemos um bom jogo. Não era o que imaginávamos. O Palmeiras empatou, o Cruzeiro perdeu, era tudo que queríamos”, apontou Caio Júnior, que, contudo, crê que pode vencer o Atlético-PR na Arena da Baixada e ficar com uma vaga para a Libertadores.

“Se empatamos com o Goiás, o Palmeiras pode empatar com o Botafogo ou o Cruzeiro empatar com a Portuguesa. Eu acredito, porque o campeonato já mostrou que tudo é possível e eu já tinha falado que tudo ia se definir na última rodada”, apontou.

Caio Júnior demonstra indignação com o resultado


Leia mais sobre: Flamengo Brasileirão



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


MBPress

Ainda é possível
Caio Júnior acha que tudo pode acontecer na próxima rodada do Brasileirão

Topo