iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

30/11 - 19:10

Em jogo de tempos distintos, Atlético-MG e Santos empatam

Com o resultado, o Galo foi a 48 pontos e está matematicamente garantido na Sul-Americana; já o Santos foi a 44 e joga com o Náutico para confirmar a permanência

Gazeta Esportiva

BELO HORIZONTE - Em um jogo de tempos distintos, Atlético-MG e Santos ficaram no empate, 0 a 0, no Mineirão, pela 37° rodada do Campeonato Brasileiro. Com uma primeira etapa emocionante e um segundo tempo de poucas emoções, os dois clubes conseguiram seus objetivos.

Com este resultado, os mineiros permanecem na 12° colocação, agora com 48 pontos e matematicamente classificado para a Copa Sul-americana 2009. O Peixe se manteve na 14° posição, com 44 pontos ganhos e praticamente não corre mais riscos de ser rebaixado para a Série B em 2009.

Na última rodada do Brasileirão, que irá acontecer no próximo domingo, os atleticanos vão até o Estádio Olímpico, em Porto Alegre, onde enfrentam o vice-líder Grêmio. Já os santistas recebem o ameaçado Náutico, na Vila Belmiro.

O jogo - O Atlético-MG começou a partida sufocando o Santos. Apostando em jogadas pelo lado direito, com o lateral Sheslon e com o meia Renan Oliveira, os mineiros pressionaram bastante.

Aos 13 minutos, quase o Galo abre o placar. O atacante Marques, que retornou a equipe após ficar de fora na derrota para o Sport, na última rodada, arriscou uma finalização da intermediária. A bola passou perto do travessão, assustando Fábio Costa.

Os donos da casa continuaram buscando o gol e com 19 minutos, quase conseguiram abrir o placar. Rafael Aguiar tocou para o boliviano Castillo dentro da área. Desajeitado, o atacante bateu com perigo, sobre o gol do camisa 1 do Alvinegro Praiano.

Depois de ver os atleticanos rondarem a meta defendida por Fábio Costa várias vezes, o time da Vila Belmiro conseguiu se acertar em campo e passou a se arriscar mais no campo de ataque.

Aos 20, Lima chutou para defesa de Édson. Dois minutos depois, o zagueiro Domingos foi para a área e com um leve desvio, quase surpreendeu o arqueiro mineiro. Com 25, Kléber recebeu sozinho e bateu colocado para que Édson salvasse novamente o Atlético-MG.

Aproveitando o bom momento, o Santos quase inaugurou o marcador com Róbson, que chutou com força para mais uma intervenção do arqueiro do Galo. O Atlético-MG respondeu quase imediatamente com Castillo, que em uma cabeçada que passou próxima ao gol do capitão santista, quase deixou a sua marca.

Com o bom futebol apresentados pelas duas partes, as chances de gol não paravam de acontecer. Aos 33, Lima, que substituiu Kléber Pereira, suspenso pelo STJD, recebeu de frente para o gol adversário e na hora da finalização, novamente não conseguiu superar o goleiro rival.

As duas equipes continuaram procurando o gol e por isso. Apoiado por sua torcida, que lotou o Mineirão, o Galo teve a última grande oportunidade do primeiro tempo com Élton. O volante atleticano recebeu na pequena área e concluiu para o gol, só que mais uma vez os mineiros esbarraram em Fábio Costa, que evitou o gol.

Na volta do intervalo, somente o técnico Márcio Fernandes mexeu no seu time. Wendel, que era dúvida antes do confronto, voltou a sentir dores e pediu para ser substituído. Pará entrou em seu lugar.

O ritmo alucinante do duelo no primeiro tempo não se repetiu na etapa complementar. A jogada de maior perigo da etapa complementar aconteceu aos 26 minutos, quando após bate-rebate, Renan Oliveira encobriu Fábio Costa e Domingos tirou a bola de dentro do gol. No entanto, ao invés de assinalar o primeiro tento dos donos da casa, a arbitragem já havia marcado uma irregularidade no lance.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG 0 X 0 SANTOS  (Veja como foi o jogo lance a lance)

Local: Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 30 de novembro de 2008, domingo
Árbitro: Wagner Tardelli Azevedo (Fifa-SC)
Assistentes: Katiuscia Mayer Berger Mendonça (Fifa-ES) e Carlos Berkenbrock (SC)
Renda: 57.391 pagantes
Público: R$ 383.212,50

ATLÉTICO-MG: Édson; Sheslon, Leandro Almeida, Welton Felipe e Raphael Aguiar; Francis, Márcio Araújo (Beto), Élton e Renan Oliveira; Marques (Pedro Paulo) e Castillo (Petkovic)
Técnico: Marcelo Oliveira

SANTOS: Fábio Costa; Wendel (Pará), Domingos, Fabão e Fábio Santos; Roberto Brum, Rodrigo Souto, Kléber e Molina (Tiago Luís); Róbson (Adriano) e Lima
Técnico: Márcio Fernandes

Veja os outros jogos da rodada:


Leia mais sobre: Atlético-MG Santos Brasileirão

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Agência Estado

atlético-mg e santos

Jogo sem gols
Equipes até criaram oportunidades de marcar, mas não conseguiram revertê-las em gols

Topo
Contador de notícias