iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

30/11 - 13:35

Cristiano Ronaldo é expulso, mas United bate City em derby local

Nem Robinho, nem Cristiano Ronaldo. Quem resolveu o jogo foi Wayne Rooney, que marcou para os Reds

Gazeta Esportiva

 

LONDRES (Inglaterra) - Nem Robinho, muito menos Cristiano Ronaldo. Neste domingo, no derby entre Manchester United e Manchester City, válido pela 15ª rodada do Campeonato Inglês, o astro brasileiro e a estrela portuguesa tiveram atuação discreta.

Quem então resolveu o jogo foi Wayne Rooney, que marcou para os Reds aos 41 minutos do primeiro tempo, dando números finais ao jogo.

Favorito ao prêmio de melhor jogador do mundo, Ronaldo teve que engolir sua primeira expulsão na temporada 2008/2009 ao colocar, de forma infantil, a mão na bola depois de um cruzamento aos 22 minutos do segundo tempo. Pouco antes, ele havia recebido amarelo ao derrubar Wright-Phillips em decisão bastante contestada pelos jogadores do United.

Porém, mesmo com um jogador a mais em campo, Robinho pouco conseguiu fazer para evitar a oitava derrota de sua equipe na competição. Com o resultado, o City permanece nos 17 pontos conquistados e pode ser ultrapassado ainda neste domingo por West Ham e Tottenham, ficando às portas da zona de rebaixamento. Por sua vez, o atual bicampeão inglês chega aos 28 pontos, permanecendo em terceiro lugar e ainda em busca dos líderes Chelsea e Liverpool.

Derrotado nos dois jogos que fez contra o rival local no último Inglês, o Manchester United começou a partida deste domingo disposto a não deixar o resultado se repetir, apesar das ausências de Gary Neville e Paul Scholes. Logo aos sete minutos, Hart não segurou um chute rasteiro no meio do gol feito por Carrick, mas o zagueiro Dunne afastou o perigo.

Aos 22, um minuto depois de o brasileiro Rafael da Silva receber cartão amarelo após fazer falta em Robinho, Berbatov parou no goleiro do City, que se esticou todo para buscar uma boa cabeçada do búlgaro. O troco veio na seqüência, quando Van der Sar saiu mal em cruzamento e a bola sobre para Ireland, que atingiu a trave após chutar de primeira – foi a primeira intervenção do goleiro holandês na partida.

O gol veio aos 41 minutos, em novo rebote dado por Hart, que não segurou chute cruzado a partir da esquerda dado por Carrick, permitindo que Rooney só tivesse o trabalho de mandar para as redes.

No segundo tempo, com a entrada de Zabaleta e Elano, o City conseguiu mais volume de jogo. Aos 10, Mwaruwari jogou para fora após enfiada de bola de Wright-Phillips. Dez minutos depois, Garrido cobrou perigosamente uma falta da entrada da área, mas errou o alvo.

A expulsão de Ronaldo não mudou muito o panorama do jogo e o City só teve a sua grande chance já nos acréscimos, quando Van der Sar salvou em cima da linha uma cabeçada de Dunne. No contra-ataque, Rooney aproveitou-se da saída de Hart do gol para arriscar do meio do campo, mas o goleiro conseguiu voltar a tempo de fazer a defesa e evitar qualquer mudança no placar.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


AP

Primeira expulsão da temporada
O atacante português se irrita com o cartão amarelo dado pelo árbitro, antes da expulsão

Topo