iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

30/11 - 19:05

Carrasco, Fluminense empata com São Paulo e adia decisão

Cariocas saíram na frente, Borges igualou o marcador, mas a definição do campeão brasileiro só sairá mesmo na última rodada; Flu está livre do rebaixamento

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - O São Paulo entrou em campo neste domingo precisando apenas de uma vitória em casa para sagrar-se campeão brasileiro. No entanto, diante de 66 mil torcedores, o Tricolor paulista não teve vida fácil contra seu carrasco Fluminense, que segurou o empate por 1 a 1 no Morumbi e adiou a decisão do título deste Brasileirão.

Como o Grêmio venceu o Ipatinga, o São Paulo terá de guardar sua expectativa para a última rodada do Nacional. O Tricolor paulista voltará a campo no domingo para encarar o Goiás, no Bezerrão, no Distrito Federal. Para conquistar o tricampeonato, o time de Muricy Ramalho precisará apenas de um empate diante da equipe esmeraldina para ser campeão, sem depender de qualquer outro resultado.

Já o Fluminense provou neste domingo que é o grande carrasco do São Paulo em 2008. O time carioca, que já havia eliminado o Tricolor paulista nas quartas-de-final da Copa Libertadores, foi o responsável agora por adiar o sonho de título do adversário.

O time do técnico René Simões abriu o placar aos quatro minutos do segundo tempo, quando Tartá aproveitou rebote de Rogério Ceni para mandar para as redes. Já o São Paulo igualou a contagem com gol de Borges.

Veja os gols de São Paulo 1 x 1 Fluminense

Veja os melhores momentos do jogo


O jogo
A ‘decisão’ começou em ritmo eletrizante no Morumbi. O Fluminense mostrou logo no início que não aceitaria ocupar o papel de coadjuvante no estádio e deu um susto nos donos da casa em menos de um minuto de bola rolando. Arouca invadiu a área pela direita e chutou cruzado, mas Rogério Ceni espalmou. O rebote chegou a Washington, que, caído, mandou nas mãos do goleiro.

Depois do susto, o São Paulo acordou e deu uma resposta à equipe carioca. Hernanes dominou a bola pela direita e cruzou atrás da zaga, onde estava Borges para dominar no peito e chutar para fora. Quando o time da casa passou a trocar mais passes, o Fluminense parou o jogo com faltas. Mas, mesmo assim, o Tricolor paulista conseguiu assustar em novas duas oportunidades.

Na primeira delas, o atacante Borges recebeu no meio da área e bateu de perna direita, mas Fernando Henrique se esticou para fazer excelente defesa. No lance seguinte, Dagoberto cruzou na área e Borges mandou de cabeça, muito perto da trave. Apesar das investidas dos donos da casa, o Fluminense não se acuou em seu sistema defensivo.

O time de René Simões apostou principalmente na habilidade do argentino Darío Conca e na força de Washington para manter a defesa são-paulina atenta. Em uma ótima chance dos visitantes, Conca cobrou falta na área e Luiz Alberto, livre, cabeceou na trave.

O São Paulo se mostrou nervoso em campo e até a torcida manifestou um pouco de impaciência com a demora para sair o gol. Como os erros de passes também dificultaram, o Tricolor paulista só ameaçou mais uma vez até o intervalo. Joilson alçou na área e Hugo cabeceou para o chão, mas a bola passou perto da trave.

No intervalo, René Simões colocou o jovem Tartá na vaga de Maicon, que não havia dado trabalho à defesa são-paulina no primeiro tempo. Já Muricy Ramalho não fez alteração em sua equipe. O São Paulo ainda tentou esboçar uma pressão sobre os visitantes, mas o Fluminense pulou na frente no placar.

Aos quatro minutos, Tartá tocou na área para Washington, que chutou em cima de Rogério Ceni. Mas o rebote sobrou nos pés de Tartá, que limpou a defesa e chutou para as redes. Depois do gol, o time carioca armou um ferrolho para marcar a saída de bola do time local.

Com a desvantagem no placar, o São Paulo se lançou ao ataque para tentar garantir o título em casa. Depois de cobrança de escanteio, Hugo cabeceou para fora. No entanto, a insistência do Tricolor paulista surtiu efeito aos 12 minutos. Jorge Wagner mandou na área e, depois de desviou de André Dias, a bola sobrou para Borges bater fraco para balançar as redes.

Depois do gol, o São Paulo ganhou ainda mais confiança para avançar ao ataque. Assim, o time de Muricy Ramalho passou a exercer forte pressão, o que motivou o técnico René Simões a tirar Fabinho para a entrada de Ygor. O Fluminense, então, se fechou atrás para suportar a pressão e para aguardar o melhor momento de responder em contragolpes.

Muricy Ramalho, por sua vez, também mudou a formação do São Paulo. Joilson deixou o campo para a entrada de Richarlyson. Já os visitantes tiveram a entrada de Maurício no lugar de Arouca. Como o jogo ficou truncado, o duelo continuou nas alterações dos treinadores. O são-paulino colocou André Lima na vaga de Dagoberto. Com a pressão cada vez mais forte, André Dias carimbou a trave de Fernando Henrique.

FICHA TÉCNICA (Veja como foi o jogo lance a lance)
SÃO PAULO 1 X 1 FLUMINENSE

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 30 de novembro de 2008 (Domingo)
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa-PR)
Assistentes: Roberto Braatz (Fifa-PR) e Alessandro Rocha (Fifa-BA)
Cartões amarelos: Jean (São Paulo); Fabinho, Wellington Monteiro (Fluminense)
Público: 66.888 pagantes (total de 67.128)
Renda: R$ 1.387.775,00
Gol: FLUMINENSE: Tartá, aos 4 minutos do segundo tempo; SÃO PAULO: Borges, aos 12 minutos do primeiro tempo

SÃO PAULO: Rogério Ceni, Rodrigo, André Dias e Miranda; Joilson (Richarlyson), Jean, Hernanes, Hugo (Éder Luís) e Jorge Wagner; Dagoberto (André Lima) e Borges
Técnico: Muricy Ramalho

FLUMINENSE: Fernando Henrique, Wellington Monteiro, Thiago Silva, Luiz Alberto e Júnior César; Fabinho (Ygor), Romeu, Arouca (Maurício) e Darío Conca; Maicon (Tartá) e Washington
Técnico: René Simões


Veja os outros jogos da rodada:


Leia mais sobre: Fluminense São Paulo Brasileirão

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Vipcomm

sao paulo fluminense

Jogo agitado
O Morumbi lotado viu um jogo emocionante, com chances de gols para os dois times

Topo
Contador de notícias