iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

29/11 - 22:59

Na despedida do Sport, Portuguesa tem última chance de evitar queda

Lusa conta com o fator casa para continuar vivo e fugir do rebaixamento quase que certo

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Uma das poucas armas que deu certo na irregular campanha da Portuguesa no Campeonato Brasileiro será usada pela última vez neste domingo. Palco de quase 73% dos pontos conquistados pela equipe na temporada de retorno à Série A, o Canindé recebe às 17 horas (de Brasília) deste domingo um Sport já de olho nas férias que começarão no dia seguinte.

E tenta dar seu último auxílio para não deixar a Lusa voltar à Segunda Divisão.

No penúltimo lugar com 37 pontos, a equipe de Estevam Soares entra em campo com a obrigação de vencer sob a pena de ser rebaixada com antecipação no caso de um fracasso. Se não superar os pernambucanos, a Rubro-verde terá a queda decretada caso o Náutico vença o Atlético-PR no mesmo horário, nos Aflitos.

Para evitar um fiasco dentro de casa, a esperança é a mesma que rondou o clube desde o início do Brasileiro: o desempenho em seu estádio. Apesar de não ter triunfado em suas duas últimas aparições diante da torcida, o time tem aproveitamento superior a 56% em casa; números que tentam conter qualquer chance de abatimento na Lusa.

Para aumentar as esperanças de estar na elite nacional em 2009, todos os titulares estão à disposição de Estevam. Maiores apostas da equipe, Fellype Gabriel e Edno começaram a semana como dúvida por contusão, mas tem volta assegurada, assim como Ediglê, desfalque nos três últimos jogos por lesão muscular.

Desta maneira, a escalação será a preferida do treinador, com o trio de defesa formado por Ediglê, Bruno Rodrigo e Erick e com Héverton, que era dúvida por lesão até sexta-feira, auxiliando Fellype Gabriel na armação de jogadas para os velozes Edno e Jonas. Com esta formação, a Portuguesa quer apagar a série de erros nas finalizações que causou o empate sem gols contra um Goiás que foi ao Canindé sem mais nenhuma pretensão no torneio.

“Temos que colocar a bola para dentro”, prega Preto, preocupado em alertar seus companheiros que o Sport, apesar de também não ter ambições no Brasileiro, pode ser perigoso. “O jogo é decisivo. Só a vitória importa. O adversário é qualificado, campeão da Copa do Brasil. Mas esperamos vencer e ver o que acontecerá depois”, completa, despreocupado com os resultados dos concorrentes na luta contra a degola.

Se a Lusa dispensa as contas, no Sport os principais jogadores entram em campo cientes de que serão os últimos 90 minutos de uma temporada de sucesso. O título na Copa do Brasil assegurou ao clube uma vaga na Libertadores e deu tranqüilidade à equipe, que só brigou para evitar o desespero do rebaixamento à Série B.

Como atingiu seu objetivo rapidamente, o Leão transformou as últimas rodadas em amistosos. Mesmo assim, Nelsinho Baptista reforçou o coro da diretoria, revoltada com a apatia do time, e jogou com força máxima. Até este domingo, já que na segunda-feira boa parte do plantel terá férias, visando descanso antes de jogar a Libertadores. Porém, apesar de se sentir confortável em 11º lugar, com 48 pontos, a meta pernambucana é se despedir de 2008 da melhor maneira possível.

“A Portuguesa joga desesperada, precisando vencer seus dois jogos para tentar ficar na Série A. Mas vamos para São Paulo com o objetivo de somar os três pontos”, garante Sandro Goiano, um dos únicos titulares confirmados por Nelsinho – as dúvidas estão na meia, disputada por Márcio Goiano, Júnior Maranhão e Kássio, e no ataque, que pode ter Ciro ou Carlinhos Bala na companhia a Roger.

FICHA TÉCNICA
PORTUGUESA X SPORT

Local:
Canindé, em São Paulo (SP)
Data: 30 de novembro de 2008, domingo
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva e Flavio Gilberto Kanitz (ambos de GO)

PORTUGUESA: Gottardi; Ediglê, Bruno Rodrigo e Erick; Patrício, Rai, Héverton, Fellype Gabriel e Athirson; Edno e Jonas
Técnico: Estevam Soares

SPORT: Magrão; Sidny, César Lucena, Durval e Dutra; Fábio Gomes, Sandro Goiano, Márcio Goiano (Júnior Maranhão ou Kássio) e Fumagalli; Ciro (Carlinhos Bala) e Roger
Técnico: Nelsinho Baptista


Leia mais sobre: Portuguesa Sport Campeonato Brasileiro



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo