iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

29/11 - 18:29

América-RN foge da Série C com vitória sobre reservas do Corinthians

Vitória manteve a equipe potiguar na Segunda Divisão, mas jogou Marília e Criciúma para a Série C

Redação iG Esporte com agências

Mano acha que Simon merecia mais um "rebaixamento"


NATAL - O técnico Mano Menezes postergou as férias dos principais jogadores do Corinthians com a justificativa de não interferir nos rumos da Série B. Neste sábado, no entanto, sua equipe jogou com reservas ao se despedir da competição com uma derrota por 2 a 0 para o América-RN, que se safou do rebaixamento com o resultado, e acabou definindo os rebaixados.

Com o resultado do Timão, mesmo vencendo o Ceará por 2 a 1 o Marília foi rebaixado. Assim como o Criciúma, que perdeu para a Ponte Preta por 3 a 1.

Veja os gols de América-RN 2 x 0 Corinthians

Jogando no estádio Machadão, a equipe de Natal contou com uma boa atuação do ex-corintiano Souza para conseguir a vitória. Aos 5 minutos de partida, o meia levantou a bola na área, e o zagueiro Alves (que provavelmente deixará o Corinthians no final do ano) desviou contra o próprio gol, de cabeça. Aloísio completou o marcador de pênalti, no último lance.

O América-RN, então, encerrou a sua campanha na Segunda Divisão de 2008 com 46 pontos. Campeão, o Corinthians retorna para a Série A na próxima temporada após totalizar 85, sendo 25 vitórias, 10 empates e três derrotas – a última neste sábado, muito menos sentida do que os tropeços diante de Bahia e Vila Nova.

O jogo
O Corinthians estava em campo. Nas arquibancadas do estádio Machadão, torcedores alongavam a empolgação que marcou toda a passagem do clube paulista pela Série B do Campeonato Brasileiro. A situação da partida, no entanto, era incomparável.

Com jogadores desconhecidos por muitos, o Corinthians foi pressionado pelo América-RN nos primeiros minutos. O veterano Souza comandava a equipe nordestina com a classe (e sem a sonolência) dos tempos de Parque São Jorge. O desentrosamento de Nilton e Perdigão ainda facilitava o trabalho do atleta no meio-campo.

Logo aos cinco minutos, Souza conseguiu colocar o América-RN à frente no placar. Levantou a bola na área e contou com um desvio do zagueiro Alves para enganar o jovem goleiro Rafael: 1 a 0. “Não sei se o gol foi meu, mas tive grande contribuição para que ele saísse”, reivindicou no intervalo.

A derrota parcial não intimidou a torcida e os jogadores do Corinthians. Empurrado pela cantoria e até provocações ao América-RN (o público chegou a gritar “ABC”, arqui-rival do adversário), a equipe dirigida por Mano Menezes se soltou em campo. Bebeto nem tanto. O atacante desperdiçou oportunidade quando estava livre de marcação diante do goleiro Fabiano, aos 15.

Já Otacílio Neto esbanjava disposição. Conseguiu ludibriar a defesa do América-RN com dribles de corpo e velocidade, porém pecou nas conclusões. “A falta de ritmo está atrapalhando”, lamentou o centroavante, um dos poucos destaques corintianos no primeiro tempo. Outro foi o meia Diogo, ágil e mais criativo do que seus companheiros – o que não significava muito.

O rendimento ofensivo do América-RN já havia caído quando Souza se cansou no primeiro tempo. No começo do segundo, o meia deixou o campo para a entrada de Aloísio. Saiu ovacionado. “Ei, ei, ei, o Souza é nosso rei”, gritavam os torcedores do time da casa. Do outro lado, Mano Menezes trocou Bebeto por Careca.

Com as equipes modificadas, a velocidade da partida diminuiu. O Corinthians não conseguiu melhorar nem quando Mano substituiu o lateral-direito Denis e Diogo pelos meias Marcel e Rafinha. Pelo contrário. O América-RN era mais perigoso e objetivo quando atacava, principalmente com Cascata.

No último lance do jogo, Aloísio precisou cobrar pênalti duas vezes para ampliar: 2 a 0 e festa em Natal. A torcida do Corinthians também comemorou. Os gritos de “é campeão” e “o Coringão voltou” ecoaram das arquibancadas do estádio Machadão, apesar da terceira derrota na Segunda Divisão na história.

FICHA TÉCNICA (veja como foi o jogo lance a lance)
AMÉRICA-RN 2 X 0 CORINTHIANS

Local: Estádio Machadão, em Natal (RN)
Data: 29 de novembro de 2008 (sábado)
Horário: 16h20 (de Brasília)
Árbitro: Carlos Eugênio Simon (Fifa-RS)
Assistentes: Erich Bandeira (Fifa-PE) e Griselildo de Souza Dantas (PB)
Cartões amarelos: Luís Maranhão, Cascata (América-RN); Almeida, Diogo (Corinthians)
Gols: AMÉRICA-RN: Alves (contra), aos 5 minutos do primeiro tempo; Aloísio, aos 48 minutos do segundo tempo

AMÉRICA-RN: Fabiano; Maizena, Robson (Thiago Messias), Golçalves e Vandinho; Júlio Terceiro, Luís Maranhão, Saulo e Souza (Aloísio); Cascata (Fábio Neves) e Max
Técnico: Ruy Scarpino

CORINTHIANS: Rafael; Denis (Marcel), Alves, Diego e Almeida; Nilton, Perdigão, Diogo (Rafinha) e Eduardo Ramos; Otacílio Neto e Bebeto (Careca)
Técnico: Mano Menezes

Com Gazeta Esportiva


Leia mais sobre: Corinthians Série B



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Futura Press

Despedida da Segundona
Reservas do Timão não deram conta do recado e perderam nó último jogo do clube na Série B

Topo