iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

28/11 - 22:48

Para 83 torcedores, Gama e Bahia empatam por 0 a 0

Para tão pouco público, as equipes fizeram uma partida à altura e empataram em 0 a 0

Gazeta Esportiva

BRASÍLIA - Gama e Bahia fizeram o jogo dos vazios. Na torcida, apenas 83 pessoas acompanharam a partida. No banco do Gama, apenas seis jogadores. No placar, 0 a 0. Até o juiz Wilson Luiz Seneme voltou sem os cartões para o jogo e precisou pedir ajuda para o quarto árbitro para advertir o volante Marcone. E o jogo terminou exatamente como começou: com o time de Brasília rebaixado e o tricolor baiano no meio da tabela.

Durante toda a Série B, apenas um jogo teve menos público até agora: Bragantino x CRB, que foi assistido por apenas 81 pagantes. Na segunda partida com menos torcedores, o jogo foi morno e só deu emoção quando Ananias acertou uma bela bola no primeiro tempo para o Bahia e Lucas Silva, do Gama, na segunda etapa, acertou o travessão.

O jogo
O primeiro tempo teve um ritmo lento. O garoto Mário até que quis incendiar um pouco a partida com um bom chute cruzado logo aos 4 minutos. O goleiro André Zandoná fez boa defesa. Então os times começaram a trocar passe, mas sem muita objetividade. Aos 15, o volante Uélliton cobrou falta da intermediária de ataque do Gama e a bola foi para fora. E parece que o chute distante do camisa 5 do time verde acordou o tricolor baiano. Ananias e Marcone cruzaram bolas perigosas na área que a defesa do Gama conseguiu afastar.

Aos 27, Ananias acertou um belo chute e obrigou o goleiro André Zandoná, destaque da primeira etapa, a fazer boa defesa. O Bahia dominava o jogo, o Gama tentava contra-atacar, e o máximo que conseguiu um chute fraco de Thiguinho. Aos 38, novo lance de ataque do time baiano, dessa vez com Mário que saiu na cara do gol e chutou em cima do goleiro do time verde. O melhor lance de ataque do Gama foi aos 42, em uma falta cobrada com Erivelto que a defesa do Bahia tirou. O Bahia teve mais posse de bola e as melhores chances de gol enquanto o ataque do Gama foi inoperante.

No segundo tempo, o Gama equilibrou a partida, principalmente com as boas chegadas do jovem lateral Erivelto. Logo com um minuto ele apareceu livre na esquerda e chutou para fora. Maia que entrou no lugar de Bebeto, deu novo fôlego para o ataque verde. Aos 2 ele fez boa jogada que a defesa do Bahia tirou. Depois, aos 8, Thiaguinho saiu frente a frente de Fabiano e o goleiro tricolor fez boa defesa.

Com o passar do tempo, a etapa final foi ficando mais equilibrada. Eram raras as chances de gol e o jogo ficou muito brigado no meio-campo. Aos 19, um lance inusitado: Marcone faz falta dura e o árbitro Wilson Luiz Seneme foi para dar cartão amarelo para o jogador baiano. Mas o juiz havia voltado de bolsos vazios para campo e teve que pedir ajuda para quarto árbitro.

Aos 23, Paulo Roberto saiu pelo meio e chutou da intermediária buscando o ângulo do goleiro André Zandoná. O lance mais perigoso do jogo foi aos 33, quando o lateral-direito Lucas Silva subiu pela esquerda e acertou o travessão.

E o jogo terminou assim. 0 a 0, sem gols, sem torcida e sem muitas emoções. O Gama vai disputar a Série C em 2009 e terminou a Segunda Divisão na penúltima colocação. Já o Bahia estará na segundona no ano que vem e terminou sua participação com 52 pontos no meio da tabela.


Leia mais sobre: Gama Bahia



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo