iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

27/11 - 13:01

América critica escalação de Simon para jogo contra Corinthians

Dirigentes do América acreditam que momento do árbitro é ruim e que ele não deveria ser escalado para a partida

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - O sorteio das arbitragens para a última rodada da Série B do Campeonato Brasileiro aconteceu na tarde desta quarta-feira, e apontou o gaúcho Carlos Eugênio Simon para apitar a partida entre América-RN e Corinthians. Entretanto, a indicação de Simon para o confronto do sábado no Machadão deixou a equipe potiguar com uma pulga atrás da orelha.

Isso porque o gaúcho, que pertence ao quadro da Fifa, foi afastado da escala da Série A após atuar no jogo entre Cruzeiro e Flamengo, realizado no domingo e encerrado com vitória cruzeirense no Mineirão por 3 a 2. Na ocasião, o juiz não marcou um suposto pênalti cometido por Léo Fortunato sobre Diego Tardelli, já nos acréscimos do segundo tempo. O flamenguista ainda foi expulso.

No América-RN, a notícia do sorteio de Simon foi recebida “com estranheza”, segundo Ricardo Bezerra, ex-vice-presidente de futebol do clube e ainda colaborador da diretoria do clube. De acordo com o jornal Diário de Natal, Bezerra não se mostrou satisfeito com a indicação, dado o “momento conturbado pelo qual Simon passa”.

“Membros da Comissão de Arbitragem já haviam declarado que ele não apitaria mais neste ano como forma de punição pelo erro na Série A. De repente, ele aparece no nosso jogo. Ficamos com um pulga atrás da orelha, mas Simon é um árbitro internacional e a gente acredita que ele vai vir para cá com muito cuidado, para fazer uma grande arbitragem e se redimir das críticas”, alivia o dirigente.

A procupação, no entanto, parece não contagiar o time do América. O técnico da equipe potiguar, Ruy Scarpino, garante estar tranqüilo com a indicação de Carlos Eugênio Simon, e lembra que os americanos precisam se preocupar, antes de mais nada, em tentar conquistar o resultado dentro de campo para fugir do rebaixamento.

“É um árbitro Fifa. Não temos que nos preocupar com isso, mas sim em jogar futebol. Se fizermos uma grande atuação, não teremos do que reclamar. E meu grupo já mostrou que se supera nos momentos complicados”, assegurou Scarpino.

Aos 43 anos, Carlos Eugênio Simon foi o representante brasileiro nas Copas do Mundo de 2002 e 2006, apitando cinco partidas nos dois Mundiais. Jornalista formado pela PUC-RS e pós-graduado em Ciência do Esporte, ele será auxiliado pelo pernambucano Erich Bandeira (também da Fifa) e pelo paraibano Griselildo de Souza Dantas na partida em Natal.


Leia mais sobre: América-RN Corinthians Carlos Eugênio Simon



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo