iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

26/11 - 14:05

Para corintianos, “jogo comum” vale três pontos e boa impressão
Goleiro Rafael não ficou nem no banco de reservas do time profissional durante a temporada e se prepara para sua estréia como profissional no Corinthians

 

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Mano Menezes já avisou que o duelo deste sábado contra o América-RN não terá peso na permanência ou não dos reservas que entrarão em campo. O técnico, porém, cobra profissionalismo.

E os escalados para jogar em Natal prometem corresponder com um discurso comum: lutar pelos três pontos e terminar 2008 com uma atuação boa o suficiente para satisfazer o chefe.

“Tenho que deixar uma boa impressão. Não vou chegar lá e fazer um jogo apático, não correr porque não precisa mais. O Mano sabe que pode contar comigo”, ensinou Eduardo Ramos, que começou a Série B como titular e agora nem liga para o fato de o Corinthians não ter mais nenhum anseio no confronto no Rio Grande do Norte. E se diz porta-voz do grupo na importância dada ao último compromisso no ano.

“Todos os jogadores estão falando muito sobre o jogo. Quem está de fora pode pensar que é um jogo comum, mas ali dentro nós vamos dar o máximo e nos esforçar muito para deixar uma boa impressão. Quem vai sair ou ficar no clube quer uma boa vitória”, garantiu o meia.

Diferentemente do antigo titular, o goleiro Rafael não ficou nem no banco de reservas do time profissional durante toda a temporada e se prepara para sua estréia como profissional. E, aos 19 anos, entoa o coro de que as festas pelo título e o acesso na Segundona terminaram no último sábado, na entrega da taça no Pacaembu após a vitória sobre o Avaí.

“O time está bem focado e quer ganhar. Não é uma brincadeira ou um jogo de comemoração, é jogo de campeonato que vale três pontos. Não estamos precisando muito deles, mas são três pontos”, avaliou o arqueiro. “Este jogo tem uma importância para cada um. Quem não jogou muito neste ano quer entrar e representar muito bem o Corinthians”, completou.

As declarações de dois jogadores que devem atuar desde o início neste fim-de-semana demonstram a importância que Mano Menezes tem dado ao trabalho com seus reservas. Com seus principais atletas já de férias, o técnico tem comandado treinos táticos e nesta quarta-feira dividiu o escasso grupo em dois times de oito, em um duelo de ataque contra defesa.

O que mais se destacou no Parque São Jorge na última semana de compromissos oficiais no ano, contudo, é o grande número de caras desconhecidas. Quem treina, porém, garante que não precisa pensar muito para lembrar o nome dos colegas em campo. “Escalar quem joga é só com o Mano, mas eu sei o nome de todos, claro”, assegurou Rafael, que viu Eduardo não titubear ao responder quem será o lateral-esquerdo no sábado. “Almeida”, respondeu rapidamente o meia.


Leia mais sobre: Mano Menezes Corinthians América-RN



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo