iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

26/11 - 18:18

Madson e Mateus participam de oração em São Januário

Com o risco iminente de rebaixamento, vascaínos apelam para a fé em busc de um milagre

Agência Estado

RIO DE JANEIRO - Se tudo parece perdido, resta a fé. Depois do treinamento desta quarta-feira, em São Januário, Madson e Mateus participaram de uma oração com um pastor evangélico em pleno estacionamento dos atletas do Vasco.

O momento de introspecção num clube tradicionalmente católico durou cerca de 15 minutos e terminou com os jogadores entoando alto frases de louvor e visivelmente emocionados.

"Nessas horas quanto menos falarmos melhor. O momento é de união e de mostrarmos em campo por que merecemos vestir a camisa do Vasco", disse Madson, único jogador poupado da fúria dos torcedores e que tem se destacado mesmo nas exibições ruins do time.

A tensão é palpável e o clima no Vasco é pesado. Ninguém mostra muita disposição de falar, muito menos sobre o momento delicado que o time vive. Em 18º lugar, com 37 pontos, o clube precisa de duas vitórias nos dois próximos jogos, além de uma combinação de resultados, para evitar a queda à Segunda Divisão. Os mais jovens do elenco, como Madson e Alex Teixeira, deixam transparecer todo o nervosismo que se abate sobre eles.

"Alguns jogadores estão cabisbaixos, como eu", admitiu Alex. Não são só os atletas que deixam transparecer o abatimento com a situação cruzmaltina. O técnico Renato Gaúcho era a imagem do desânimo e da desolação no treino desta quarta. A maior parte do tempo ficou sozinho, com ar reflexivo, enquanto os jogadores disputavam rápidas partidas divididos em três grupos. Imagem bem distinta do discurso do "eu acredito" adotado pelo treinador.

Afeito a mistérios, mais uma vez ele não deixou claro qual equipe estará em campo contra o Coritiba, domingo, em Curitiba. Sem Jorge Luiz, suspenso, e com Fernando ainda sem condições de jogo, o provável é que volte ao esquema 4-4-2.

Uma pista pode estar no treino tático esta quarta, no qual Edmundo e Leandro Amaral treinaram juntos. Esta deve ser a dupla de ataque titular contra os paranaenses, quando todas as forças terrenas e divinas serão bem-vindas para ajudar os comandados de Renato a obter um difícil e vital triunfo.


Leia mais sobre: Vasco Campeonato Brasileiro



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo