iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

25/11 - 19:54

Preparador físico deixa o Corinthians na bronca com Mano e diretoria

Flávio Trevisan não recebeu proposta de aumento nem teve no treinador uma voz para valorizá-lo entre a diretoria

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Com a permanência no Corinthians confirmada para a próxima temporada, o técnico Mano Menezes terá de trabalhar para completar sua comissão técnica. Isso porque, nesta segunda-feira, o preparador físico Flávio Trevisan confirmou que não renovará contrato com o clube.

De acordo com nota postada no site oficial do clube, a ausência de um acordo entre as partes é a causa para o desligamento de Trevisan. O preparador físico não escondeu a insatisfação por ter de deixar o Parque São Jorge em sua quarta passagem pelo Corinthians.

“Ganharia o mesmo salário que já ganhava”, revelou Trevisan à Rádio Record, ao mostrar com insatisfação a forma como sua saída foi decretada. O profissional ainda foi além e afirmou se mostrou decepcionado com a falta de ação do técnico Mano Menezes para ajudar na sua permanência – o comandante deixou a sala de Mário Gobbi pouco antes do preparador entrar e receber o anúncio de sua saída.

“Estou muito chateado. Meu relacionamento com os jogadores é maravilhoso. Penso que ninguém é unânime em nenhum setor em qualquer profissão no planeta. Mas, da mesma forma que o Mano concordou com a minha vinda para o Corinthians, poderia ter concordado com a minha permanência também. Colaborei com muitas coisas no trabalho de todos no dia-dia do Corinthians”, disse.

Além disso, Trevisan chamou para si a responsabilidade por uma série de implementações que melhorou as condições de trabalho no Corinthians, entre eles a monitoração de treinamentos, para ficar claro o que estava sendo feito em termos de volume e intensidade.

“A gente sabe da situação que encontramos no Corinthians. Mas depois a diretoria montou uma estrutura fantástica. Dizia para eles que tudo estava maravilhoso. Chegamos à Copa do Brasil disputando simultaneamente o Campeonato Brasileiro e com essa estrutura atingimos um nível alto de competitividade. A tendência era melhorar muito mais no ano que vem”, lamentou.

Apesar da tristeza em sua quarta saída do Parque São Jorge, Flávio Trevisan afirmou que não guardará mágoa: “O Corinthians é um clube que vejo com admiração. E nestas quatro temporadas que estive lá conquistei três títulos e três vices. São números muito bons, e nunca tive um supertime”.


Leia mais sobre: Flávio Trevisan Corinthians



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo