iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

25/11 - 05:30, atualizada às 11:32 25/11

Para Kléber, sem Vanderlei fica difícil continuar no Palestra
"Eu fui muito bem recebido no Palmeiras, mas o cara que ligou na minha casa foi o Vanderlei Luxemburgo", justificou o atacante

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Enquanto seu procurador viaja à Ucrânia para negociar mais uma vez sua permanência no Palestra Itália com o Dínamo de Kiev, o atacante Kléber aponta outro fator como primordial para tê-lo por mais uma temporada: a presença do técnico Vanderlei Luxemburgo. Para o atacante, sem o treinador ficará complicado continuar.

“É difícil. Eu fui muito bem recebido no Palmeiras e sou muito grato por isso, mas o cara que ligou na minha casa foi o Vanderlei Luxemburgo. Depois de quatro anos esquecido na Ucrânia foi ele que acreditou e me trouxe de volta", relembrou o atleta, em declaração à Sportv.

A declaração acontece quando seu procurador viaja à Ucrânia para negociar mais uma vez sua permanência no Palestra Itália com o Dínamo de Kiev.

Depois de ser agredido pela torcida, o treinador tem dado indícios de que pode deixar o Palmeiras, fruto também de sua insatisfação. Apesar das dificuldades de negociação com o clube ucraniano e do difícil momento do time paulista no Campeonato Brasileiro, o Kléber permanece confiante.

“Sou parte do projeto do Vanderlei, da Traffic, do Palmeiras. Se ele sair, fica difícil, mas eu não me vejo fora do Palmeiras, não. E espero que ele também continue”, completou o atacante.


Leia mais sobre: Kléber Vanderlei Luxemburgo Palmeiras

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias