iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

25/11 - 15:09

Em ano difícil, Muricy admite trabalho "mais duro"
A eliminação na Libertadores, por exemplo, ainda gerou uma grande frustração ao elenco esse ano

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - O técnico Muricy Ramalho não aceita que os méritos pela boa fase do São Paulo sejam depositados apenas em seu trabalho, mas admite que teve mais dificuldade para emplacar uma boa fase nesta temporada. Depois de assegurar de forma tranqüila os títulos de 2006 e 2007, o comandante reconhece que precisou trabalhar mais neste ano.

“É mérito de todos, mas realmente trabalhei um pouco mais duro este ano. Foi mais difícil porque aconteceram coisas que geralmente não ocorrem. Mas sempre dividi os méritos. Alguns jogadores estavam com a cabeça baixa, mas trabalhei muito bem e tenho consciência disso”, afirmou.

O elenco do São Paulo foi abalado durante o ano com atritos entre alguns jogadores, como Carlos Alberto e Fábio Santos. Além disso, a eliminação na Copa Libertadores ainda gerou uma grande frustração ao elenco, que está reduzido em comparação aos anos anteriores.

“As equipes (do São Paulo nos três anos) são muito parecidas, mudamos muito pouco a forma de jogar e a base também continua forte. Este time criou a filosofia de jogo e os atletas acreditam nisso. Mas sei que nos outros dois anos eu tinha mais opções no plantel. Neste ano, tive de colocar mais meninos”, admitiu.

A apenas uma vitória de assegurar o título brasileiro, Muricy sabe que só foi mantido no Morumbi por conta da confiança de Juvenal Juvêncio, já que até outros dirigentes do clube desconfiaram de seu trabalho.

“Nosso time perde pouco e meu trabalho tem custo-benefício, pois lanço jogadores e não peço muito para contratar. O Juvenal acreditou em meu trabalho no momento ruim. É normal ter um momento de críticas, mas, quando isso também acontece dentro do clube, é algo perigoso. Mesmo assim, o Juvenal segurou as pontas. Também tive propostas irrecusáveis e fiquei”, concluiu o comandante.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo