iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

25/11 - 21:24

Bravo por perder a cabeça-de-chave, Nelsinho acha grupo difícil

Treinador achou injusto que a LDU tenha sido cabeça-de-chave no lugar do time pernambucano

Gazeta Esportiva

ASSUNÇÃO (Paraguai) - O sorteio dos grupos da Copa Libertadores que aconteceu nesta terça-feira, em Luque, no Paraguai, não agradou ao técnico Nelsinho Baptista. Para ele, o Leão Pernambucano merecia um lugar entre os cabeças-de-chave e, por isso, criticou os critérios da Conmebol.

“Esperava (ser cabeça-de-chave), porque ganhamos a Copa do Brasil, então, conquistamos esse direito dentro do campo. No critério do ranking, foi passada a cabeça-de-chave e tiraram o nosso lugar”, reclamou o comandante rubro-negro à Sportv.

Considerando a mudança uma injustiça, Nelsinho espera uma reação imediata por parte da diretoria do clube, que foi para Luque acompanhar o sorteio. “O Sport tem uma delegação lá (e Luque). Estiveram presentes o presidente (Milton Bivar), o vice-presidente (Guilherme Beltrão) e mais alguns diretores. Eles já devem ter tomado as devidas providências por lá”, disse.

Sem a cabeça-de-chave, o Leão caiu no Grupo 1 da Libertadores ao lado da atual campeã LDU, do equador e do segundo colocado do campeonato chileno, ainda não definido. A última da chave sairá das eliminatórias na disputa entre o terceiro time boliviano e o quarto colocado do Brasileirão, o que preocupou Nelsinho.

“É uma chave importante, em que podemos ter um brasileiro, essa é a maior porcentagem de possibilidade. E sabemos que a LDU foi a campeã da última Libertadores. Também teremos o futebol chileno, com clubes que conhecemos porque trabalhamos lá. É um futebol principalmente técnico. Achei o grupo forte”, opinou.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo