iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

24/11 - 19:26

Estevam promete que Lusa lutará até o fim contra queda

Na vice-lanterna do Brasileirão, com 37 pontos, Lusa parece depender de um milagre para não voltar à Série B

Agência Estado

SÃO PAULO - Ainda com a voz rouca de tanto gritar e sem esconder a preocupação, o técnico Estevam Soares reiniciou, nesta segunda-feira, os trabalhos na Portuguesa. Na vice-lanterna, com 37 pontos, a Lusa parece depender de um milagre para não voltar à Série B do Campeonato Brasileiro, em 2009.

"Temos que respeitar a entidade, o clube. Cair é ruim para todos, principalmente para os jogadores. Como é ruim para mim e para a diretoria. Fica uma pecha na carreira. Mas temos que enfrentar a situação de cabeça erguida, sem pestanejar", discursou o comandante, na tentativa de ainda lançar um pouco de esperança sobre o seu grupo.

Mas na prática a situação é complicada, porque restam apenas dois jogos. O primeiro, em casa, diante do Sport, e depois fora contra o Cruzeiro, no Mineirão. Além de vencer seus jogos, a Lusa precisa contar com tropeços de seus concorrentes mais diretos, como Vasco, Figueirense e Náutico.

Para Soares, tudo é possível, principalmente do que ele viu sábado, no empate sem gols, com o Goiás, onde "a falta de sorte e os deuses do futebol não deixaram a bola entrar". Tanto que ele acredita na virada da maré. "Temos que acreditar até o final", conclui.

O técnico voltou a falar que a rescisão contratual do zagueiro Gávilan, ocorrida sexta-feira, foi uma decisão de diretoria. "Ele foi até meu capitão em alguns jogos, mas não vinha sendo utilizado ultimamente". A diretoria também anunciou a permanência do atacante Fabrício Carvalho, ex-Goiás, que não foi registrado a tempo de reforçar o time ainda nesta temporada.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo