iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

23/11 - 10:54

Violência entre torcedores de futebol deixa mais duas vítimas na Argentina

Jovem de 20 anos foi alvo de punhaladas após jogo do Colón, neste sábado; torcedor do Huracán morreu no hospital

EFE

BUENOS AIRES (Argentina) - Um jovem de 20 anos foi morto a punhaladas no estádio do Colón de Santa Fé durante uma partida do Torneio Apertura do Campeonato Argentino, enquanto outro torcedor do Huracán, que tinha sido ferido a tiros em uma briga no dia 1º, morreu neste domingo em um hospital de Buenos Aires, onde estava internado.

O torcedor morto em Santa Fé foi identificado como Daniel López, que aparentemente se envolveu em uma briga entre torcedores do Colón na qual também ficou ferido um de seus irmãos, anunciaram hoje fontes policiais.

A briga ocorreu durante a partida em que o Colón empatou sem gols com o Godoy Cruz, de Mendoza, pela 16ª rodada do Apertura. O jovem morreu a caminho do hospital em Santa Fé, com cinco lesões provocadas por arma branca. Embora o agressor tenha sido identificado através das câmeras instaladas no estádio, ainda não foi detido.

O vice-presidente do Colón, Rubén Moccagatta, confirmou o episódio e disse se tratar "de uma briga isolada na arquibancada, da qual a maioria das pessoas quase nem percebeu".

O torcedor do Huracán Rodrigo Silvera, de 27 anos, morreu na madrugada de hoje no Hospital Penna da capital argentina, devido aos ferimentos de bala sofridos no dia 1º, confirmou hoje o chefe de guarda da instituição médica, Jorge Bilesio.

Silvera e outros torcedores do Huracán foram agredidos a tiros por fanáticos do rival San Lorenzo depois de assistir à partida em que sua equipe venceu o Estudiantes por 1 a 0 na 13ª rodada do Apertura. A morte dos dois torcedores aumenta para 180 o número de vítimas em incidentes ligados ao futebol no país nos últimos 69 anos.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias