iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

23/11 - 10:49

Ney Franco já pensa em novo elenco; Lúcio Flávio é prioridade

Dois últimos jogos do ano, contra Figueirense e Palmeiras, devem ser usados pelo treinador para observar o grupo

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - Em clima de férias, o Botafogo ficou no empate em 2 a 2 com Atlético-PR neste sábado, em mais uma atuação irregular. Enquanto o time tenta fechar a temporada melhorando seu aproveitamento, o técnico Ney Franco já planeja a formação do elenco, após a confirmação de sua permanência.

Assim, os dois últimos jogos da temporada, contra Figueirense e Palmeiras, devem ser usados pelo treinador para observar o grupo e decidir quem deve ou não continuar para 2009. E Ney Franco parece já ter alguns escolhidos para permanecer no plantel alvinegro.

“O Zárate é um jogador que, se fizer uma boa pré-temporada com adaptação ao país, pode ajudar o Botafogo. O Lucas Silva é um jogador em que acredito e o Eduardo também, se atuar em uma formação diferente. Hoje, tivemos uma equipe que nunca jogou junta e com jogadores em posição diferente. O zagueiro Emerson fez boa partida e é jogador de qualidade para ficar. O Leandro Guerreiro vocês já conhecem”, analisou o técnico.

Apesar de fazer elogios aos atletas que comandou neste Campeonato Brasileiro, Ney Franco não escondeu a necessidade de chegada de mais reforços para montar uma equipe de qualidade para ser competitiva nas competições futuras.

“O grupo precisa de uma reestruturação. Nesse elenco temos jogadores para ficar, mas, naturalmente, vai haver mudança. Existem alguns jogadores que vão vir para o clube para montar time forte”, continuou o comandante, sem revelar nomes de interesse para o alvinegro.

Há um jogador que, no entanto, Ney Franco não abre mão: o meia Lúcio Flávio, autor de belo gol de falta neste sábado, no Engenhão. Após o jogo, o técnico cobriu o camisa 10 de elogios e afirmou que sua renovação deve ser tomada como prioridade pela nova diretoria botafoguense.

“O Lúcio Flávio tem qualidade técnica, que é princípio básico para definir um bom jogador. É super profissional, se mantém em treinamento, é bom pro grupo e é um líder positivo. Em alguns momentos pé difícil achar jogadores com essa qualidade. E tem o detalhe da bola parada. É um jogador que, comigo, tem conceito muito bom e, se depender da minha parte, é um jogador que a diretoria tem que fazer um esforço para manter”, completou.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo