iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

23/11 - 19:35

Flamengo deixa o gramado na bronca com Símon

Principal reclamação é por um pênalti não marcado pelo árbitro nos minutos finais

Gazeta Esportiva

BELO HORIZONTE - Os jogadores do Flamengo não esconderam o descontentamento com o árbitro Carlos Eugênio Simon após o apito final no Mineirão, onde o time foi derrotado por 3 a 2 pelo Cruzeiro. Nos acréscimos, o atacante Diego Tardelli se chocou com a zaga na disputa de bola dentro da área e pediu pênalti. Não foi atendido e ainda acabou expulso, depois de reclamar muito.

“Ridículo, ridículo...”,exclamou o atacante, que voltou ao atuar neste domingo, após longo período de recuperação por fratura exposta no braço. O incidente ainda gerou muita confusão, uma vez que os jogadores partiram para cima do árbitro e o técnico Caio Junior teve que entrar em campo para afastá-los.

“O Simon, no meu ver, deixou de dar um pênalti aqui e ainda tirou um jogador nosso do próximo jogo, mas fazer o que”, reclamou o zagueiro Ronaldo Angelim ao PFC TV após o jogo, enquanto seu companheiro de defesa, Fábio Luciano, capitão rubro-negro, permanecia exaltado no gramado.

“Mais um vez vacilamos. Um tome que quer ser campeão não pode tomar um gol. Tivemos ali um pênalti que, no meu modo de ver, aconteceu e o Simon não deu . Então, mais uma vez, o Flamengo sai prejudicado de campo”, complementou o meia Ibson, que agora sequer pode querer ser campeão: com a derrota em Belo Horizonte e a vitória do São Paulo sobre o Vasco, apenas o tricolor paulista e o Grêmio seguem na briga pela taça.

Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo