iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

23/11 - 09:24

Douglas e Dentinho garantem permanência no Corinthians; Herrera não
Dentinho descartou sair para a Europa neste momento; argentino foi cauteloso e preferiu não falar do assunto

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Integrantes do tripé responsável pela grande maioria dos gols marcados pelo Corinthians na temporada, o meia Douglas e os atacantes Herrera e Dentinho tiveram papel fundamental no título da Série B e no retorno do Timão à elite do futebol nacional. Titulares indiscutíveis de Mano Menezes, os jogadores sabem que serão importantes também para que a equipe desempenhe um bom papel na Série A em 2009. Mas a permanência de todos não está garantida.

Principal artilheiro do Timão na temporada com 24 gols, 14 deles na Série B, Dentinho, que já desponta como um dos alvos do Real Madrid para janeiro, descartou sair para a Europa neste momento.

“Eu ainda não fiz nada ainda com a camisa do Corinthians. Tenho muita alegria para dar para o clube. Quero conquistar muitos títulos e quero ganhar uma Libertadores, que é o grande sonho de toda a torcida”, avisou o camisa 31.

Douglas, outro que aparece na lista de desejos de clubes da Europa, engrossou o discurso de Dentinho e também garantiu que fica no Parque São Jorge para o ano que vem. “Eu fico no Corinthians. É uma promessa”, avisou o camisa dez, que jurou não ter recebido qualquer proposta oficial para trocar de clube.

Endeusado pela torcida e adorado pelo grupo, o argentino Herrera, que terminou a Série B com os mesmos 14 gols de Dentinho, mas ficou dois atrás do garoto na contabilidade geral da temporada, preferiu ser cauteloso quando questionado a respeito do futuro.

“Depois eu falo disso. Temos que conversar. Já abri mão muitas vezes, mas agora é difícil, pois tenho família para cuidar”, avisou o argentino, descartando dispensar os 15% a que tem direito em uma eventual negociação com o Gimnasia, da Argentina.

Sem loucuras
A cautela de Herrera ganhou força nas palavras do vice-presidente Mário Gobbi e do técnico Mano Menezes. Para o cartola, a permanência do argentino está atrelada ao bom senso do clube detentor dos direitos do artilheiro. “A situação é a mesma de sexta-feira. Estamos esperando o clube pagar os 15% a ele”, resumiu Gobbi.

Já o técnico Mano Menezes foi categórico: quer a permanência do jogador, mas não teme por sua saída do grupo: “Eu não tenho temor, sonho ou frustração. Trabalho com a realidade e o que vale para o grupo todo vale para o Herrera. O Corinthians precisa ver o custo-benefício de tudo. O Herrera foi muito importante, todos gostam dele e a torcida o adora, mas ele está dentro da realidade do Corinthians”, discursou.

Para ficar com Herrera, o Timão espera uma definição sobre quem pagará os 15% a que o jogador tem direito quando o empresário Raul Delgado e o Gimnasia o negociarem em definitivo (cerca de R$ 850 mil). Os argentinos querem que o Corinthians arque com o valor, mas a direção do clube já avisou que isso não irá acontecer.

Veja os gols de Corinthians 3 x 2 Avaí


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Gazeta Press

Herrera

Último gol no Corinthians?
Herrera marcou na vitória contra o Avaí, mas não quer abrir mão de sua parte em negociação

Topo
Contador de notícias