iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

23/11 - 10:44

Criticado, Felipão garante ter facilitado transição em Portugal
Carlos Queiroz afirmou que teria assumido o cargo sem que houvesse uma transição em conjunto com seu antecessor

Gazeta Esportiva

LONDRES (Inglaterra) - A derrota por 6 a 2 para o Brasil causou desconforto no técnico Carlos Queiroz, da seleção portuguesa. Após a goleada sofrida no Distrito Federal, o treinador afirmou que teria assumido o cargo sem que houvesse uma transição em conjunto com seu antecessor, o brasileiro Luiz Felipe Scolari.

As declarações, porém, não agradaram Felipão. Comunicado da reclamação de Carlos Queiroz, o técnico do Chelsea garante que fez tudo o que pôde para facilitar a chegada de seu substituto na função à frente da equipe lusitana.

“Deixei tudo, todos os relatórios técnicos e estatísticas, na Federação (Portuguesa de Futebol)”, afirmou Felipão, que comparou sua situação à do próprio Queiroz e que negou que um eventual mau resultado de Queiroz possa ser conseqüência de sua passagem por Portugal, entre 2003 e 2008.

“Quando cheguei ao Chelsea, não perguntei nada ao Avram Grant, porque tudo estava lá, organizado, como eu deixei em Portugal. Até parece que Queiroz quer se desculpar por alguma coisa. Converso com muitos treinadores e troco idéias, mas o que ele disse não tem fundamento”, afirmou.

Desde que assumiu o cargo de técnico da seleção de Portugal, Carlos Queiroz tem enfrentado resultados adversos. Em seis partidas, foram duas vitórias (sobre Ilhas Faroe e Malta nos dois primeiros jogos), dois empates (contra Suécia e Albânia) e duas derrotas (para Dinamarca e Brasil).


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias