iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

22/11 - 22:09

Vasco e São Paulo duelam em 'decisões' distintas

Tricolor lidera o Nacional e pode se aproximar do tri; time carioca luta desesperadamente para não ser rebaixado

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - Neste domingo, às 17 horas (de Brasília), os olhos de todo o Brasil estarão voltados para o Estádio de São Januário, no Rio de Janeiro. É lá que se enfrentam Vasco e São Paulo, em duelo decisivo para as duas pontas da tabela do Campeonato Brasileiro, que chega à sua antepenúltima rodada.

Com 68 pontos, o Tricolor lidera o Nacional e pode se aproximar de seu terceiro título consecutivo em caso de uma vitória. Os paulistas têm dois pontos de vantagem sobre o Grêmio, que joga com o Vitória em Salvador. Para completar, o time do técnico Muricy Ramalho garantirá matematicamente a vaga na próxima Copa Libertadores se passar pela equipe cruzmaltina.

Do outro lado, com 37 pontos, o time carioca luta desesperadamente para não ser rebaixado pela primeira vez em sua história. Os comandados de Renato Gaúcho, porém, terão de quebrar um tabu de três anos sem um triunfo sobre o São Paulo para não se complicarem na briga contra o descenso.

No Vasco, a semana de treinos foi intensa e Renato chegou a trabalhar com os portões fechados para encontrar uma fórmula de surpreender o líder do Brasileiro. E vencer o São Paulo em 2008 não é novidade para o treinador. Comandando o Fluminense, Renato Gaúcho derrotou o Tricolor paulista duas vezes nesta temporada.

”É um jogo totalmente diferente. O saldo positivo que eu tenho contra o São Paulo também vinha do Fluminense na Libertadores e no Brasileiro. É outro clube e outra situação. A gente tem que pensar é na próxima partida. Eu espero, com o grupo do Vasco, que a gente possa conseguir esses três pontos”, comentou.

Assim como aconteceu no duelo com o Santos, a torcida do Vasco é a grande aliada da equipe para conquistar os três pontos. Depois de encararem longas filas durante a semana, os cruzmaltinos irão lotar São Januário novamente. Dentro de campo, os jogadores prometem muita garra para compensar o esforço dos torcedores.

”Vamos fazer tudo pela vitória. A torcida está do nosso lado e temos que retribuir esse carinho. Respeitamos muito a equipe do São Paulo, mas nosso objetivo é vencer. Temos quer dar o máximo dentro de campo para superá-los”, ressaltou o atacante Leandro Amaral.

Para conquistar os três pontos, Renato Gaúcho conta também com o retorno do meia-atacante Alex Teixeira, que cumpriu suspensão automática na derrota para o Atlético-MG. Outra mudança acontece na lateral esquerda. Rodrigo Antônio, que vinha atuando improvisado, dará lugar a Edu. Como a escalação só será divulgada nos vestiários, a grande dúvida fica por conta da entrada de Edmundo desde o início. Caso isso aconteça, Odvan fica na reserva.

Do lado são-paulino a semana começou com polêmica depois de Muricy Ramalho reclamar de São Januário e pedir segurança na partida. Ao tomar conhecimento da dimensão de suas declarações, o treinador mudou o discurso e ressaltou apenas a dificuldade de acesso a São Januário. Não foi suficiente, porém, para que o presidente cruzmaltino, Roberto Dinamite, terminasse a semana chamando o treinador de “irresponsável” e colocando mais um aperitivo no jogo decisivo.

Os jogadores do Tricolor passaram a semana toda tentando fugir da polêmica e pregando respeito máximo ao rival, apesar da diferença na tabela de classificação. “Neste momento é mais fácil jogar contra o sétimo, oitavo colocado, do que enfrentar quem está lá em baixo”, opinou o zagueiro André Dias.

André Dias, aliás, volta de suspensão e será a novidade em relação à equipe que passou pelo Figueirense na rodada passada. Ele fica com a vaga de Rodrigo, suspenso pelo terceiro amarelo. Quem deve completar o trio de defensores é Anderson, já que Zé Luis acabou vetado pelo departamento médico.

FICHA TÉCNICA
VASCO X SÃO PAULO


Local: Estádio de São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 23 de novembro de 2008, domingo
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Leonardo Gaciba (Fifa-RS)
Assistentes: Milton Otaviano (Fifa-RN) e Alessandro Rocha de Matos (Fifa-BA)

VASCO: Rafael, Wagner Diniz, Eduardo Luiz, Jorge Luiz e Edu; Jonílson, Mateus, Madson e Alex Teixeira; Edmundo (Odvan) e Leandro Amaral
Técnico: Renato Gaúcho

SÃO PAULO: Rogério Ceni, André Dias, Miranda e Anderson; Joilson, Jean, Hernanes, Hugo e Jorge Wagner; Borges e Dagoberto
Técnico: Muricy Ramalho


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo