iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

21/11 - 22:52

Timão recebe a taça em duelo de “caçulas” no Pacaembu
Disposto a quebrar todos os recordes na Série B, a equipe jogará completa para alcançar uma marca imponente: a de 42 vitórias no ano

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Depois de quase um ano agüentando as gozações dos rivais, chegou a hora de o corintiano fazer festa. Campeão antecipado e garantido novamente na elite do futebol brasileiro em 2009, o Timão despede-se de um forte aliado na conquista do acesso, o estádio do Pacaembu, neste sábado, às 16h20, diante do Avaí (SC), vice-líder da Segundona e também com vaga assegurada na próxima edição da Série A.

Engana-se, no entanto, quem imagina que o duelo entre dois dos novos “caçulas” da Primeira Divisão nacional será disputado em clima amistoso. Apesar de ter uma festa programada com os “fiéis” que nunca o abandonaram durante o calvário da Série B e de receber a taça de campeão da competição, o Corinthians tem motivos de sobra para buscar os três pontos.

Disposto a quebrar todos os recordes na Série B, a equipe jogará completa para alcançar uma marca imponente: a de 42 vitórias no ano. Batendo os catarinenses, os comandados de Mano Menezes garantirão o “título” de equipe com mais vitórias no país em 2008, já que o Flamengo, que ainda tem mais três jogos por fazer na Série A, poderá alcançar somente 41.

“Vai ser um jogo festivo, mas estamos trabalhando nos dois últimos dias para que nossos jogadores consigam separar a festa do jogo. Será difícil. O Avaí sabe que será um jogo emblemático e virá para nos vencer, pois seria a única equipe que terminaria o campeonato em vantagem direta contra nós”, raciocinou Mano, lembrando do empate entre os rivais no primeiro turno, na Ressacada.

“Eles têm o ataque que está mais próximo da gente em termos produtividade e são uma equipe bem organizada, mas queremos vencer para encerrar bem no último jogo que temos em casa”, completou o treinador mosqueteiro.

Os atletas concordaram com a visão do gaúcho e prometeram seriedade no jogo das faixas. “Temos que procurar fazer a nossa parte e não nos envolver muito com o que acontece fora. Espero que venha todo mundo com o pensamento de paz. Temos que fazer a nossa dentro de campo para a torcida ser feliz fora”, proclamou o meia Morais.

O Avaí, por sua vez, não quer ser simplesmente um coadjuvante na festa corintiana. Com 66 pontos na tabela, o time catarinense sonha com uma vitória para garantir matematicamente o vice-campeonato da Série B nesta rodada, desde que o Santo André não vença o ameaçado rival Criciúma, no mesmo dia e horário, no Heriberto Hulse, casa do Tigre.

“Vamos fazer um bom jogo e tentar colocar água no chope deles”, avisou o meia Marquinhos, principal destaque da equipe do técnico Silas na campanha que garantiu o retorno do Avaí à elite nacional, competição que o clube não disputava desde 1979.

O lateral-esquerdo Zé Rodolpho, que luta pela posição de titular com Gustavo, já que o dono da posição, Jef Silva, foi expulso contra o Bragantino, adotou o mesmo discurso do craque do time:

“É sempre importante o jogo com o campeão. Temos que buscar a segunda colocação de qualquer jeito. Sabemos que no Brasil o vice não é valorizado, mas é sempre bom para o nosso currículo”, opinou.

FICHA TÉCNICA:

CORINTHIANS X AVAÍ-SC

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)

Data: 22 de novembro de 2008 (sábado)

Horário: 16h20 (de Brasília)

Árbitro: Péricles Bassols Pegado Cortez (RJ)

Assistentes: Hilton Moutinho Rodrigues (Fifa-RJ) e Rodrigo Pereira Joia (RJ)

CORINTHIANS: Felipe; Alessandro, Chicão, William e André Santos; Cristian, Elias, Morais e Douglas; Dentinho e Herrera

Técnico: Mano Menezes

AVAÍ-SC: Eduardo Martini; Arlindo Maracanã, Rafael, André Turatto e Zé Rodolpho (Gustavo); Marcus Winícius, Batista, Marquinhos e Válber; Evando e William

Técnico: Silas


Leia mais sobre: Corinthians Avaí Série B



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo