iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

21/11 - 18:57

Técnico rebate Roth e vê justiça na liderança do São Paulo
“Vejo que no segundo turno o meu time foi mais regular, está há muito tempo sem perder", disse Muricy

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - A dois pontos do líder São Paulo faltando três rodadas para o término do Campeonato Brasileiro, o técnico do Grêmio, Celso Roth, declarou nesta sexta-feira que seria justo que sua equipe fosse campeã. O time gaúcho liderou a maior parte do torneio, mas foi ultrapassado pelos paulistas, que engataram uma série invicta de 15 jogos.

Ao tomar conhecimento da afirmação do colega, Muricy Ramalho tratou de defender seu lado. “Vejo que no segundo turno o meu time foi mais regular, está há muito tempo sem perder. Cada um vê de seu jeito. Ele defende o lado dele e eu o meu. Acho que fomos regulares, especialmente no segundo turno”, devolveu o treinador são-paulino.

Para Muricy, a sensação de injustiça no Grêmio caso o São Paulo confirme o título do Brasileirão é natural. “Ás vezes o time faz um bom jogo, um bom campeonato, mas não consegue o resultado. É uma coisa normal do futebol, não existe muita lógica. Cada um vê de seu jeito”, repetiu o técnico.

O treinador ainda garantiu que não está empolgado com a emocionante briga pela ponta e preferia ter a tranqüilidade dos dois últimos anos, quando o Tricolor arrebatou a conquista do Nacional com sobras. “Por mim eu já era campeão três meses atrás. O problema é que não deixaram e agora temos que correr atrás”, comentou.

O São Paulo tem a chance de colocar a mão na taça no próximo domingo, quando encara o Vasco em São Januário. O time de Muricy poderá até ser campeão no final de semana seguinte caso o Grêmio cair diante do Vitória, no Barradão, também neste domingo.

Leia também:
Para Roth, seria justo Grêmio ser campeão


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo