iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

21/11 - 15:02

Na estréia, Pintado quebra seqüências ruins e comove elenco
Até esta quarta-feira, o time somava sete jogos consecutivos sem vitória, sendo quatro derrotas e três empates

Gazeta Esportiva

FLORIANÓPOLIS - Contratado para tentar salvar o Figueirense do rebaixamento nas três rodadas finais do Campeonato Brasileiro, o técnico Pintado estreou com vitória sobre o Náutico na noite desta quinta-feira. Além de manter as esperanças em Florianópolis, o resultado serviu para animar o elenco com a quebra de uma série de seqüências negativas que incomodava o grupo.

Até esta quarta-feira, o time somava sete jogos consecutivos sem vitória, sendo quatro derrotas e três empates. A última viória conquistada havia ocorrido em 4 de outubro, sobre o Vasco, por 4 a 2, em São Januário. Atuando em casa, o jejum era ainda maior: desde 16 de agosto, na primeira rodada do returno, quando bateu a Portuguesa por 2 a 1, o Figueirense não presenteava sua torcida com três pontos.

Além disso, a emocionante vitória por 4 a 3 sobre o Náutico foi um marco até mesmo para o técnico Pintado, que ainda não havia vencido nesta edição da Série A. Nas seis rodadas em que comandou o Timbu, acumulou cinco derrotas e um empate, sendo demitido por conta disso. Por isso, o elenco alvinegro não poupou elogios ao técnico comandante, apontando-o como responsável pela nova postura, mais aguerrida, apresentada em campo.

“Desde o primeiro dia de concentração, nosso time falava em esperança e luta para sair dessa situação e hoje não foi diferente. Depois dessa vitória temos que comemorar, porque foi complicado. O professor (Pintado) foi de grande importância para nós, porque ele que escalou o time e foi assim que fomos atrás e conseguimos. Ele passou segurança para mim, que sou o mais jovem e teve grande importância nessa vitória”, opinou William Matheus.

Pintado também teve atuação direta sobre o atacante Tadeu, que voltou à marcar pela equipe após cinco jogos de jejum – seu último tento havia sido feito no empate em 1 a 1 com o Ipatinga, em 18 de outubro, no Orlando Scarpelli. O atacante foi outro a elogiar o estreante após o triunfo.

“ Eu estava perseverando para voltar a marcar e o Pintado falou comigo antes do jogo, me deu confiança e me chamou até de ‘matador’, e aí consegui marcar um gol. O Pintado veio com ânimo novo. Acreditou no time, falou do potencial de cada um. Estamos em um momento ruim, mas o time estava perseverando e estamos colhendo o que plantamos lá atrás”, disse Tadeu.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo