iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

21/11 - 10:02

Com 'ajuda extra', Bahia tenta complicar o Marília

Clube enfrenta problema de salários atrasados e jogadores se dizem dispostos a aceitar a 'mala-branca'

Gazeta Esportiva

SALVADOR - Com a permanência na Série B garantida após a vitória sobre o CRB na última rodada, o Bahia volta a campo nesta sexta-feira disposto a obter mais um resultado positivo. Apesar de não ter maiores pretensões no torneio, o time tricolor deve ter um incentivo extra para bater o desesperado Marília no Jóia da Princesa.

Isso porque os clubes que brigam diretamente com o time do interior paulista contra a degola prometeram a famosa mala-branca aos jogadores do Tricolor em caso de triunfo. Com problemas de salários atrasados no clube baiano, o elenco deu a entender que aceitaria a ajuda. ''Se os caras querem dar dinheiro a gente aceita'', garante o artilheiro Marcelo Ramos. “É sempre bom esse tipo de incentivo”, admite o lateral Ávine.

Já o técnico Ferdinando Teixeira, segundo o jornal baiano A Tarde, reconheceu ter recebido ligação de “três clubes”. Dois prometeram a mala-branca (o comandante mandou os dirigentes negociarem diretamente com o capitão do time, Emerson Cris) e um implorou para que o treinador mandasse a campo o time com força máxima.

O pedido foi aceito, e o Tricolor só deve jogar com o time reserva a última rodada da Série B, quando encara o já rebaixado Gama. A única novidade em relação ao time que bateu o CRB é a entrada de Ananias. Assim, Adílson saiu do time e Ávine voltou à lateral.

Independentemente da mala branca dos rivais, o Marília sabe que ainda depende apenas de suas próprias forças para escapar do descenso (está na 16ª colocação, com 42 pontos, dois de vantagem para o Criciúma, primeiro time na zona da degola). A última rodada da Segundona, porém, gera preocupação, já que América-RN e o próprio Criciúma, dois concorrentes diretos, enfrentarão rivais 'desinteressados'.

“Poderemos depender de resultados positivos de Ponte Preta e Corinthians, por exemplo, mas já sabemos que eles darão férias à maioria dos jogadores após a rodada do final de semana. Hoje o Marília só depende dele e tentaremos manter essa situação na última rodada. Para isso, precisamos de uma vitória sobre o Bahia”, alerta o gerente de futebol Ocimar Bolicenho. Em Feira de Santana, o técnico Gil Alves deve repetir a equipe que empatou com o ABC fora de casa na rodada passada.

FICHA TÉCNICA:
BAHIA X MARÍLIA

Local: Estádio Jóia da Princesa, em Feira de Santana (BA)
Data: 21 de novembro de 2008, sexta-feira
Horário: 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Cláudio Luciano Mercante Pessoa Júnior (PE)
Assistentes: Elan Viera de Souza e Julio César da Silva (ambos PE)

BAHIA: Fabiano, Rogério Rios, Cléber, Rogério e Ávine; Willames, Emerson Cris, Ananias e Caio; Paulo Roberto e Marcelo Ramos
Técnico: Ferdinando Teixeira

MARÍLIA: Alencar; Rafael Mineiro, Flávio, Fernando e Serginho; João Marcos, João Vítor, Ricardinho e Altair; Ricardinho Furacão e Betinho
Técnico: Gil Alves


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo