iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

20/11 - 01:00

Seleção comemora pagamento de “dívida” com a torcida
“O Brasil foi merecedor do placar, pois mostrou muita vontade. Estávamos devendo para a torcida", disse o goleiro Júlio César

Gazeta Esportiva

DISTRITO FEDERAL - Depois de deixar o campo vaiada nos empates por 0 a 0 contra Argentina, Bolívia e Colômbia, a seleção brasileira encarou a partida desta quarta-feira contra Portugal como a última chance do ano para deixar uma boa impressão diante dos torcedores. E não decepcionou.

A vitória de virada por 6 a 2 diante de um adversário qualificado como Portugal foi, na opinião do técnico Dunga e dos jogadores, o pagamento de uma dívida que a equipe carregava para com os fãs.

“Sabíamos que não tínhamos jogado bem contra Bolívia e Colômbia, mas sabemos da qualidade que temos e por isso há essa motivação. Cada um que entra tem que mostrar seu melhor, seja em um minuto, seja em 90”, comentou o técnico Dunga, acompanhado pelos seus comandados.

“O Brasil foi merecedor do placar, pois mostrou muita vontade. Estávamos devendo para a torcida. Agora é curtir bem o final de ano e esperar o amistoso contra a Itália”, discursou o goleiro Júlio César, já vislumbrando o primeiro compromisso de 2009, em Londres, diante dos atuais campeões mundiais.

O polivalente Mancini, que entrou no final do duelo substituindo Elano, concordou com o goleiro. “Não foi bom vencer, foi ótimo. Ganhar de um adversário como Portugal aumenta a confiança do time e dá mais entusiasmo e mais credibilidade junto aos torcedores”, raciocinou.

Mais uma vez titular da lateral-esquerda, o santista Kléber engrossou o coro. “O resultado foi fundamental para terminarmos o ano bem. Em 2008 a gente ainda estava devendo uma boa vitória, mas hoje (quarta) todo mundo está de parabéns”.


Leia mais sobre: seleção brasileira Dunga

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


AP

luis fabiano cristiano ronaldo

Dívida saudada
Luís Fabiano marcou três vezes e ajudou a acabar com o jejum da seleção brasileira em casa

Topo
Contador de notícias