iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

20/11 - 15:01

Paulinho McLaren visita Santos e pede concentração na reta final

Ex-jogador está na cidade para a realização de um jogo festivo na Vila Belmiro

Gazeta Esportiva

SANTOS - O Santos recebeu uma visita ilustre no treino desta quinta-feira, no CT Rei Pelé. Paulinho McLaren, ex-atacante do clube na década de 90 e artilheiro do Campeonato Brasileiro de 1991, com 15 gols, está na cidade para a realização de um jogo festivo na Vila Belmiro.

No entanto, antes de cumprir o compromisso, o ex-centroavante aproveitou o período da manhã para fazer uma visita ao campo de treinamento santista e rever velhos companheiros da época em que defendia o Peixe, como o roupeiro Zuca e o médico Carlos Braga.

Apesar da alegria demonstrada pelo centroavante em sua visita ao Alvinegro Praiano, McLaren revelou estar preocupado com a atual situação da equipe. 'O ano não foi bom. Acho que faltou um pouco de planejamento para que as coisas dessem certo. Só que agora não adianta reclamar, o que o time tem que fazer é ter atenção total nestas partidas que faltam, que são verdadeiras decisões', disse o goleador. 'Seria bom que o Santos vencesse o Coritiba, pois acredito que com esses pontos, o clube não correria mais risco algum de rebaixamento e ficaria bem perto de uma vaga na Sul-americana', completou.

O ex-jogador ficou impressionado com a estrutura que o Peixe possui atualmente, bem diferente da que existia na época em que ele defendeu a camisa santista. 'No meu tempo a coisa era complicada. O gramado da Vila não era a maravilha que é hoje. Lá tinham muitos buracos. Só que nós jogávamos e treinavamos lá, então eu já sabia onde tinham essas imperfeições', destacou. 'Agora é fácil para o Kléber Pereira ser artilheiro, jogando nesse 'tapete'. Eu tinha que me contorcer todo para acompanhar a trajetória da bola, já que ela mudava de direção ao bater no gramado', brincou.

Presença garantida no seleto grupo dos maiores artilheiros do Santos na era pós-Pelé, Paulinho McLaren mostrou não se incomodar com o fato de Kléber Pereira estar perto de igualar o seu número de gols no alvinegro - o ex-atleta tem 57 gols contra 56 de Pereira. Tanto é verdade, que o atual auxiliar-técnico do Rio Claro, fez questão de cumprimentá-lo.

'Fui desejar sorte a ele. É um grande jogador, que tem feito gols importantes. Eu e meu filho, que é santista doente, estamos até meio desesperados porque ele pode pegar essa suspensão no final do Brasileirão', comentou McLaren, citando a polêmica em torno do atacante, referindo-se à possibilidade do goleador do campeonato ser punido por ofensas ao árbitro Elmo Alves Resende Cunha, após a derrota para o Vasco, por 1 a 0, em São Januário, em 8 de novembro.


Leia mais sobre: Santos Paulinho McLaren



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo