iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

20/11 - 23:46

Náutico evita apontar culpado e mira jogo contra o Furacão

“A gente tem que trabalhar bastante durante a semana. Não é hora de procurar culpados", afirmou Kuki

Gazeta Esportiva

FLORIANÓPOLIS - Atuando debaixo de muita chuva no Estádio Orlando Scarpelli, o Náutico conseguiu resistir ao Figueirense até os 37 minutos do segundo tempo, quando Bruno Perrone marcou e definiu a vitória dos catarinense por 4 a 3. Após o tropeço, o time tentou afastar o abatimento sem apontar culpados.

“A gente tem que trabalhar bastante durante a semana. Não é hora de procurar culpados. Temos que nos fechar, jogadores, comissão técnica, porque a pressão vai se voltar toda para nós. Se vencêssemos, estaríamos praticamente fora da briga contra o rebaixamento. Não temos que ficar nos lamentando. É se concentrar para o jogo contra o Atlético-PR”, disse Kuki.

O confronto com o Furacão já é apontado pelo elenco como o próximo passo na caminhada contra o rebaixamento – com a derrota em Florianópolis, o time permanece perigosamente próximo à zona da degola, na 16ª colocação. Por isso a ordem é esquecer a derrota.

“Nós sabíamos que a qualquer momento poderia vir uma derrota. Foi uma pena ter vindo nesta hora, mas agora precisamos ter tranqüilidade para buscar a vitória diante do Atlético-PR”, afirmou Gilmar, seguindo o pensamento de seu companheiro de ataque.


Leia mais sobre: Náutico Brasileirão



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo