iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

20/11 - 14:11

Márcio Braga desafia matemática e segue preparando festa do hexa

"Eu continuo preparando a festa do hexa. Temos que dar um pau no Cruzeiro no domingo, um pau no Goiás e um pau no Atlético-PR", disse o presidente 

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - Conhecido por suas declarações polêmicas, que quase sempre são mal recebidas dentro do próprio Flamengo, o presidente Márcio Braga voltou a polemizar nesta quinta-feira. O dirigente deixou claro que continua preparando a festa do hexacampeonato brasileiro, apesar de o São Paulo, líder da competição, ter cinco pontos de vantagem sobre o Rubro-Negro, faltando três rodadas para o fim.

O presidente está empolgado para o confronto do próximo domingo, às 17 horas (horário de Brasília), contra o Cruzeiro. Os dois times se enfrentarão no Mineirão, em Belo Horizonte, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro. E Márcio Braga garante: pode começar aí a derrocada tricolor.

“Nós queremos ser campeões. O Flamengo, quando entra num campeonato, é para ser campeão, pois essa é a nossa tradição. Neste Brasileiro, tivemos altos e baixos, mas ainda temos equipe para conquistar esse título”, disse o dirigente, em entrevista à rádio Brasil. “Eu continuo preparando a festa do hexa. Temos que dar um pau no Cruzeiro no domingo, um pau no Goiás e um pau no Atlético-PR. Lamento apenas os tropeços em casa contra Portuguesa (2 a 2) e Atlético Mineiro (derrota por 3 a 0), que nos deixaram nesta situação, dependendo dos outros”, acrescentou.

E justamente a dependência dos rivais foi observada por Márcio Braga. O presidente do Fla falou sobre a necessidade de os flamenguistas terem que torcer pelo rival Vasco, adversário do São Paulo também no próximo domingo, no Rio de Janeiro. O dirigente lembrou que essa situação já aconteceu em 1992, e que está torcendo pelo Vasco não apenas devido aos interesses rubro-negros, mas para que o Cruzmaltino não seja rebaixado.

Na resposta Márcio Braga aproveitou para cutucar o São Paulo. “Não é um fato inusitado, pois em 92 nós também torcemos para o Vasco, e ele venceu o São Paulo, nos garantindo na decisão. Naquele ano, fomos pentacampeões”, lembrou, destacando o feito repetido pelo próprio São Paulo.

“Fomos os primeiros pentacampeões nacionais e o segundo clube a conseguir esse feito foi o São Paulo, 15 anos depois. Tenho torcido pelo Vasco e pelo Fluminense, pois para o futebol carioca seria uma tragédia o rebaixamento de um clube do estado no Campeonato Brasileiro”, afirmou Márcio.

Em 1992, no Campeonato Brasileiro, na última rodada da etapa semifinal, o Flamengo venceu o Santos, mas dependia de um triunfo do Vasco sobre o São Paulo, em São Januário, para ir à final. O time vascaíno, que na ocasião apenas cumpria tabela, venceu por 3 a 0 sob os gritos de seus torcedores, que pediam que a equipe entregasse o resultado para atrapalhar a vida do Flamengo. Na decisão, o Rubro-negro ficou com a taça ao superar o Botafogo, vencendo por 3 a 0 no primeiro jogo e empatando por 2 a 2 no segundo.

Ainda sobre a partida de domingo, Márcio Braga revelou que vai homenagear o atacante Edmundo caso ele marque o gol da vitória vascaína. O Animal já defendeu o Flamengo na década de 90, mas com pouco brilho.

“Se o Edmundo marcar o gol da vitória contra o São Paulo, ele será homenageado por todos nós. Ele é um grande craque de futebol, um pouco temperamental, mas é um grande craque”, disse Márcio Braga.


Leia mais sobre: Márcio Braga Flamengo Campeonato Brasileiro



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Divulgação

Sempre otimista
Mesmo cinco pontos atrás do líder São Paulo, Márcio Braga ainda acredita no título do Fla

Topo