iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

20/11 - 00:45

Jogadores do Inter prevêem jogo duro na final da Sul-americana

”Estamos criando uma identidade vencedora. Não tem diferença quem vamos enfrentar”, disse o zagueiro Álvaro

Gazeta Esportiva

PORTO ALEGRE - O Inter chegou à final da Sul-americana após golear o Chivas nessa quarta-feira por 4 a 0. A primeira decisão de um clube brasileiro na competição será diante de um time argentino, falta saber qual. Nesta quinta-feira, Estudiantes e Argentino Juniors disputam o lugar vago na decisão. O primeiro embate terminou empatado por 1 a 1.

Independente do adversário, os jogadores colorados deixaram o gramado do Beira-Rio prevendo dificuldades. Nenhum deles disse ter preferência por adversário.

”Estamos criando uma identidade vencedora. Não tem diferença quem vamos enfrentar, os argentinos possuem as mesmas características”, comentou o zagueiro Álvaro ao ser questionado sobre a pegada dos hermanos.

O volante Magrão corroborou da opinião do seu companheiro e avisou: “Nosso time também gosta de marcar forte, mas com lealdade”.

As partidas decisivas serão realizadas nos dias 26 de novembro e 3 de dezembro, com o primeiro confronto na Argentina e o segundo em Porto Alegre. Mesmo decidindo em casa, os colorados rechaçam qualquer tipo de favoritismo. “Não existe favorito na decisão. Vamos confiantes depois do placar de hoje. Não tem nada ganho, deixamos as comemorações para a torcida. Temos que manter esse ritmo”, opinou Magrão depois da boa atuação diante dos mexicanos.

Quem estará em casa será o argentino D’Alessandro, autor dos dois primeiros gols da partida. O meia destacou a importância da conquista da Sul-americana. “O mais importante é que o time ganhou bem e correu muito. Agora pode-se falar da final. É uma fato importante para o clube e para a história para cada um dos jogadores”.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo