iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

20/11 - 00:00

Inter massacra Chivas e faz final inédita para brasileiros

D’Alessandro e Nilmar marcaram dois cada no Beira-Rio; time espera Estudiantes ou Argentinos Juniors na final

Gazeta Esportiva

PORTO ALEGRE - O Internacional não precisou fazer força para confirmar sua vaga na decisão da Copa Sul-Americana. O clube gaúcho é o primeiro brasileiro a decidir o torneio. Ao natural, o 4 a 0 foi surgindo diante do Chivas, num Beira-Rio que recebeu 37 mil pessoas. Os mexicanos foram visitantes bem mais comportados do que o imaginado.

D’Alessandro cobrando falta e pênalti marcou os dois primeiros e Nilmar (2) complementou a goleada. No placar agregado, os colorados aplicaram um inquestionável 6 a 0.

O adversário do Inter na final da Sul-Americana sairá do confronto entre Argentino Juniors e Estudiantes, que definem o finalista nesta quinta-feira. A partida de ida terminou empatada por 1 a 0. Os jogos decisivos serão realizados em 26 de novembro e 3 de dezembro. Independente no oponente, os primeiros 90 minutos serão disputados na Argentina e o último jogo em Porto Alegre.

O jogo
Com certeza os pedidos do goleiro Hernadéz, que ajoelhou-se no gramado antes do início da partida não foram atendidos. Logo que o jogo começou, o Chivas realizou longa troca de passes, depois disso não viu mais a cor da bola. O Inter não precisou se esforçar muito para construir um placar dilatado. Foi suficiente aproveitar-se dos erros do adversário.

O primeiro deslize mexicano ocorreu aos 18 minutos, antes disso o jogo era improdutivo. Após infiltração na área de Marcão, D’Alessandro dominou e ao procurar a melhor posição para o arremate foi derrubado. O próprio meia bateu a penalidade máxima e abriu a goleada colorada. Sem o selecionável Alex, o argentino assumiu a responsabilidade de marcar gols. O segundo saiu após a marcação de falta duvidosa em Taison, aos 36 minutos. D’Alessandro cobrou e ampliou.

O Chivas esforçava-se, mas o máximo que conseguia eram finalizações desviadas de longa distância. Lauro limitava-se a cobrar tiros de meta e a fazer intervenções. Aos 41 minutos, a situação foi facilitada para os donos da casa, quando o meia Medina foi expulso após atingir por trás Marcão. Dois minutos depois, saiu o terceiro. Taison cobrou o escanteio, o goleiro saiu mal e não consegui afastar a bola que sobrou para Nilmar coloca-la dentro do gol mexicano.

Com a classificação garantida, somente uma tragédia tiraria a classificação à final dos gaúchos, e um homem a mais em campo, o segundo tempo transcorreu em clima de festa e tornou-se mera formalidade. Devido à vantagem numérica, os colorados trocavam passes ritmados pela festa da torcida. Os mexicanos tentavam atacar, mas faltava força e, principalmente, qualidade.

Contrariando a morosidade em que o jogo se desenrolava, Taison foi à frente em alta velocidade, deixando Nilmar na cara de Henández, o atacante colorado por cobertura fez o seu segundo gol, aos 25 minutos. Depois, foi só esperar o juiz apitar o fim da partida e comemorar junto aos torcedores.

FICHA TÉCNICA (veja como foi o jogo lance a lance)
INTERNACIONAL-BRA 4 X 0 CHIVAS-MEX

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data: 19 de novembro de 2008, quarta-feira
Horário: 22 horas (de Brasília)
Árbitro: Óscar Ruiz (Colômbia)
Assistentes: Abraham González e Humberto Clavijo (ambos da Colômbia)
Renda: R$ 843.500,00
Público: 37.703
Cartões amarelos: D’Alessandro, Índio e Danny Moraes (Inter); Araújo (Chivas)
Cartão vermelho: Medina (Chivas)

GOLS: INTER: D’Alessandro, aos 19 minutos e aos 36 minutos do primeiro tempo;  Nilmar, aos 43 minutos do primeiro tempo e aos 25 do segundo tempo

INTERNACIONAL: Lauro; Bolívar, Índio (Danny Moraes), Álvaro e Marcão; Edinho, Guiñazu, Magrão e D’Alessandro (Andrezinho); Taison e Nilmar (Daniel Carvalho)
Técnico:
Tite

CHIVAS: Hernández; Mejía, Reynoso e Ocampo (Padilla); Solís, Araujo, Báez, De La Mora (Ledesma) e Morales; Medina e Santana.
Técnico:
Efraín Flores


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


EFE

dalessandro nilmar taison

Festa colorada
O passeio do Inter em casa foi protagonizado por D'Alessandro, Nilmar, Taison e companhia

Topo
Contador de notícias