iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

20/11 - 00:15

Argentinos decidem vaga na final da Sul-americana e fim de jejum
O favorito para ficar com a vaga é o Estudiantes, que conseguiu segurar um empate por 1 a 1 na partida de ida

Gazeta Esportiva

BUENOS AIRES - A Argentina conhecerá nesta quinta-feira qual será seu representante na final da edição 2008 da Copa Sul-americana. Mais uma vez, Estudiantes de La Plata e Argentinos Juniors estarão frente a frente às 21h15 (de Brasília) no Estádio Ciudad de La Plata para decidir, também, qual equipe poderá encerrar um incômodo tabu, sem participações em finais continentais.

O favorito para ficar com a vaga é o Estudiantes, que conseguiu segurar um empate por 1 a 1 na partida de ida, no Estádio Diego Armando Maradona. O time de La Plata, que tem como principal destaque o meia Juan Sebastián Verón, avança no torneio caso obtenha uma vitória por qualquer placar ou segure um empate sem gols.

Mas um resultado sem gols não está na cabeça do técnico Leandro Astrada, que exigiu um resultado positivo a seus comandados. “Nós vamos com tudo em busca de uma vitória. Desprezamos qualquer vantagem de empate, pois é muito difícil que não saia gols em um jogo. Temos que jogar em busca do triunfo em vez de apostar no 0 a 0”, declarou o treinador.

Já o Argentinos Juniors, embora conte com um elenco mais modesto, tem a seu favor a motivação que conseguiu ao longo da Sul-americana: eliminou nas oitavas-de-final o San Lorenzo, líder do Torneio Apertura, e em seguida o Palmeiras, comandado por Wanderley Luxemburgo, com direito inclusive a uma vitória no Palestra Itália, por 1 a 0. Os Bichos Colorados precisam de um triunfo em La Plata ou, então, por um empate com mais de dois gols marcados por cada equipe.

Só que o Estudiantes pode ter problemas diante do Argentinos. Além de não contarem com o zagueiro Leandro Desábato, expulso na partida de ida em Buenos Aires, os Pincharratas podem ficar sem Verón (com fortes dores no tornozelo direito e com um corte na mesma perna) e o zagueiro Agustín Alayes, que sofreu uma fratura no nariz.

Pelo lado dos Bichos Colorados, clube que revelou Maradona, o único desfalque é o zagueiro Juan Sabía, também expulso na partida pegada válida pela ida das semifinais. Nas demais posições, o técnico Nestor Gorosito terá força máxima para encarar o Estudiantes.

Jejum: O clube argentino que obtiver a classificação nesta quinta conseguirá, também, quebrar um jejum de participações em finais sul-americanas.

O Estudiantes, tricampeão da Libertadores nos anos de 1968, 1969 e 1970 e campeão mundial em 1968 (época em que Juan Ramón Verón, pai de Juan Sebastián, era um dos destaques do time), não joga uma final fora da Argentina desde 1971. Na ocasião, 37 anos atrás, os Pincharratas perderam para o Nacional do Uruguai.

O Argentinos Juniors, campeão da Libertadores em 1985, não disputa uma decisão internacional exatamente há 23 anos: a última partida decisiva fora da Argentina aconteceu no Mundial Interclubes daquele ano, quando perdeu para a Juventus, da Itália, nos pênaltis.

FICHA TÉCNICA
ESTUDIANTES DE LA PLATA X ARGENTINOS JUNIORS

Local:
Estádio Ciudad de La Plata, em La Plata (Argentina)
Data: 21 de novembro de 2008, quinta-feira
Horário: 21h15 (de Brasília)
Árbitro: Sergio Pezzota (Argentina)
Assistentes: Francisco Rocchio e Horacio Herrero (ambos da Argentina)

ESTUDIANTES DE LA PLATA: Mariano Andújar; Marcos Angeleri, Agustín Alayes (Federico Fernández), Cristian Cellay e Juan Díaz; Diego Galván, Rodrigo Braña, Juan Sebastián Verón (Gastón Fernández) e Leandro Benítez; Juan Manuel Salgueiro e Mauro Boselli.
Técnico: Leandro Astrada

ARGENTINOS JUNIORS: Sebastián Torrico; Andrés Scotti, Matías Caruzzo, Gonzalo Prósperi e Sergio Escudero; Mauro Bogado, Néstor Ortigoza, Juan Mercier e Carlos Recalde; Gabriel Hauche e Nicolás Pavlovich.
Técnico: Nestor Gorosito


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo