iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

20/11 - 15:36

Após dificuldades, Molina crê que acertou ao ficar no Santos

Ao contrário de outros estrangeiros que chegaram ao Peixe, o colombiano acabou se dando bem

Gazeta Esportiva

SANTOS - O meia Molina chegou ao Santos, em meados de fevereiro deste ano, sob forte desconfiança do técnico Emerson Leão. O ex-treinador do Peixe disse na época que não havia pedido a contratação do colombiano, tampouco dos outros estrangeiros trazidos pelo empresário Delcir Sonda, casos do equatoriano Quiñones, do chileno Sebastián Pinto e do argentino Mariano Tripodí.

Segundo Molina, este fato logo em sua chegada à Vila Belmiro fez com que ele pensasse em desistir.

'Logo quando eu cheguei, o Leão conversou comigo e depois ele deu uma entrevista dizendo que não havia pedido a minha contratação. Conversei com os meus familiares e pensei em desistir de tudo e ir embora. Porém, pensei melhor e vi que eu jogaria numa liga forte, como é a brasileira. Felizmente pude dar a volta por cima aqui, estou muito bem e contente de estar defendendo esse grande clube do futebol mundial', contou o jogador.

Mesmo com este episódio na sua chegada ao Alvinegro Praiano, Molina revelou admiração pela postura de Emerson Leão. 'Ele tem uma coisa de bom: tudo que ele tiver que dizer ele vai fazer na sua frente. Depois daquela entrevista, ele me falou que realmente eu não tinha sido indicado por ele, mas me incentivou e disse que, se dentro de campo eu mostrasse que tinha condições, eu iria jogar. E foi o que aconteceu', lembrou.



O período em que os santistas estiveram sob o comando de Cuca também foi citado pelo meia como um dos momentos mais difíceis de sua trajetória no clube. 'O time caiu muito de produção, os resultados não vinham e o ambiente não era muito legal', apontou.

Apesar de todos os problemas, o camisa 10 do Santos acredita que pode fazer um balanço positivo deste ano. 'Estou muito satisfeito com a minha temporada. Cheguei sem muito prestígio, só que aos poucos fui conquistando meu lugar no coração da torcida e o respeito das comissões técnicas', analisou. 'Tive um primeiro semestre muito bom, fiquei um tempo afastado por contusão, mas agora voltei a atuar e estou podendo ajudar os meus companheiros da melhor maneira possível', finalizou.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo