iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

19/11 - 10:05

Santos recebe R$ 4,6 milhões por Robinho e quer mais R$ 924 mil

Diretoria santista espera que a Fifa reconheça a participação quase total do clube na formação do jogador

Gazeta Esportiva

SANTOS - O Santos recebeu € 1,57 milhões (R$ 4,6 milhões) pela negociação que levou o atacante Robinho, do Real Madrid para o Manchester City, no final de agosto, pela quantia de € 42 milhões (R$ 123 milhões). No entanto, a diretoria santista espera que a Fifa reconheça a participação quase total do clube conhecido na formação do jogador e assim receber mais € 315 mil (R$ 924 mil) referentes a sua transferência para o futebol inglês.

Formador do atleta, o time da Vila Belmiro reuniu documentos para comprovar a presença de Robinho nas suas categorias de base desde os 11 anos de idade. Pelo Mecanismo de Solidariedade de Fifa, compreende-se uma equipe formadora como aquela em que o jogador atuou dos 12 aos 23 anos. O regulamento da entidade prevê a destinação de 5% de uma venda entre clubes de países diferentes à agremiação formadora. No caso do Alvinegro Praiano, ele tem direito a receber 4,5% do valor, pois aos 21 anos Robinho se transferiu para o Real Madrid, que tem direito aos outros 0,5% da formação do avante da seleção brasileira.

Na tentativa de comprovar a condição de dono dos direitos federativos de Robinho desde os 11 anos de idade, o gerente jurídico do Santos, Mário Mello, foi até o Rio de Janeiro e colheu a assinatura do próprio atleta, em outubro, atestando sua participação na categoria sub-13 santista. A Fifa ainda analisa os documentos apresentados pelo departamento jurídico do Peixe para dar o seu parecer sobre o caso. Por enquanto, a entidade reconheceu apenas que Robinho defendeu o clube dos 15 aos 22 anos, questionando o período entre 11 e 14 anos.

"Boa parte do dinheiro caiu (na conta) na sexta-feira. A Fifa, por enquanto, nos reconheceu como formadores do jogador dos 15 aos 22 anos de idade. Mas fizemos uma tratativa para esse reconhecimento na formação do Robinho dos 11 aos 14, e creio que tudo será definido rapidamente", comentou o presidente Marcelo Teixeira, em entrevista à rádio Record.

O otimismo do mandatário alvinegro se justifica, pois caso a entidade dê parecer favorável ao Peixe, confirmando a presença do atacante desde os 11 anos, o time da Vila Belmiro terá direito a receber mais R$ 924 mil, totalizando assim R$ 5,42 milhões aos cofres santistas.


Leia mais sobre: Santos Robinho Manchester City



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Getty Images

Sacrifício feito
Santos correu atrás de diversos documentos para ganhar mais dinheiro com Robinho

Topo