iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

19/11 - 14:50

Com medo da recessão alvinegra, Triguinho admite deixar Botafogo

“A situação para a minha permanência é complicada porque ainda não houve um contato mais firme e estou emprestado pelo São Caetano”, afirmou o jogador

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - Durante os treinos do Botafogo nesta semana, os jogadores são mais procurados para falar sobre o futuro do que sobre os jogos que restam no Campeonato Brasileiro. A expectativa é saber quem vai permanecer no elenco em 2009.

O lateral-esquerdo Triguinho, contudo, praticamente antecipou sua saída de General Severiano.

“A situação para a minha permanência é complicada porque ainda não houve um contato mais firme e estou emprestado pelo São Caetano”, comentou o ala. “Além disso, existem outros times interessados e pode ser que eu seja emprestado”, complementou.

O que também dificulta a permanência de Triguinho é o fato de o clube alvinegro não ter sequer feito contato com o jogador. “Não fui procurado pela diretoria do Botafogo para renovar contrato. Como só faltam três jogos, acho difícil que eu fique”, acrescentou.

O zagueiro Édson, no entanto, pretende ficar no clube. “Hoje não me considero jogador do elenco para o próximo ano, mas estamos em conversa com a diretoria e vamos ver o que vai acontecer. O meu desejo é permanecer”, emendou o jogador, que deverá ganhar uma oportunidade de titular neste final de semana, contra o Atlético-PR.

Quem vai fazer parte do elenco para a próxima temporada é o lateral-esquerdo Iran, que estava emprestado e voltou a treinar em General Severiano. O atleta foi contratado em 2007, mas acabou muito hostilizado pelos torcedores por causa de atuações ruins e acabou sendo cedido temporariamente, mas tem com o Bota até 2009.

Mais saídas?: Estão com contrato por encerrar no fim do ano os laterais Alessandro, Thiaguinho e Triguinho; os zagueiros Renato Silva, Édson e André Luis e o meia Lúcio Flávio. Alguns atletas que têm contrato mais longo também podem não ficar: casos do volante Diguinho, que já manifestou o desejo de ir para a Europa, e os atacantes Jorge Henrique e Wellington Paulista, ambos com propostas de outros clubes.

Na verdade, o Botafogo deverá ter um elenco bem mais modesto em 2009, porque a diretoria definiu a redução do orçamento e da folha. O fato pode inclusive gerar a saída de Ney Franco, que tem um salário considerado alto para a realidade do clube e que por isso deverá ser dispensado, pois dificilmente aceitaria uma redução.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo