iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

19/11 - 14:35

Cheio de problemas, Botafogo deve ter zaga reserva no sábado
André Luís foi expulso na partida do último final de semana contra o Goiás e Renato Silva foi cortado por lesão

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - O técnico Ney Franco terá problemas na escalação do Botafogo para a partida de sábado, no Engenhão, contra o Atlético-PR. O maior problema do treinador alvinegro é a defesa, já que André Luís foi expulso na partida do último final de semana contra o Goiás, em Itumbiara, e o zagueiro Renato Silva foi cortado nesta quarta-feira em General Severiano com um estiramento na coxa direita.

Para piorar, o argentino Ferrero, que poderia ganhar uma oportunidade final, se reuniu com a diretoria na tarde de terça-feira e rescindiu contrato, alegando problemas pessoais. Assim, restou a Ney Franco escalar sua zaga reserva, com Édson e Émerson. Mas o técnico do Bota confia nos dois atletas.

“Se confirmar o Édson e o Emerson, tenho certeza de que eles irão render o esperado”, iniciou o treinador. “São jogadores experientes e inteligentes, que têm o entrosamento do treino e bom senso de colocação. Teremos um setor defensivo sólido para enfrentar o Atlético, apesar de reconhecer a qualidade da dupla de zaga considerada titular”, elogiou.

Mas para evitar que a zaga fique exposta, a tendência é de que Leandro Guerreiro atue mais recuado – não como volante, mas sim como uma espécie de terceiro zagueiro. Isso abre vaga no meio-de-campo para a possível escalação de Eduardo, absolvido no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), e que deverá ganhar a vaga de Túlio – também expulso contra o Goiás.

Outro suspenso para o duelo com o Furacão no Engenhão é o meia Diguinho, que recebeu o terceiro cartão amarelo no mesmo jogo. Em compensação, o lateral-direito Alessandro deve retornar. O jogador está se recuperando de lesão na coxa direita e inclusive voltou a trabalhar com o elenco alvinegro.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo