iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

18/11 - 11:54

Pintado chega ao Figueira animado, mas pensando no Oriente Médio

Treinador substitui Mário Sérgio no comando do time catarinense, que tenta fugir da zona de rebaixamento

Gazeta Esportiva

SANTA CATARINA - Depois de dois atrasos em vôos para Florianópolis, Pintado finalmente chegou ao Figueirense. De acordo com a agenda oficial do clube, o novo treinador foi apresentado na manhã desta terça-feira na sala de imprensa do estádio Orlando Scarpelli, onde admitiu ter aceitado um trabalho “não muito tranqüilo” para o final de 2008: evitar o rebaixamento do Figueira para a Série B.

Com apenas 35 pontos em 35 jogos, o time catarinense é o atual vice-lanterna da Série A do Campeonato Brasileiro, e depende de resultados positivos nos três próximos jogos para evitar sua queda. Para Pintado, porém, o Figueirense tem chances de conseguir escapar da degola.

“A gente espera a reabilitação, espera a recuperação, como os atletas já mostraram. O Figueirense está preparado para todas as situações que possam acontecer”, disse o treinador, em entrevista ao canal de TV por assinatura SporTV, esquecendo-se da seqüência de jogos sem vencer que o Figueira já contabiliza: nas últimas sete rodadas, foram três empates e quatro derrotas.

Mesmo com os resultados recentes do Figueirense, Pintado acredita que a salvação do time possa estar nos valores individuais da equipe. “Se você analisar individualmente, o grupo do Figueirense não é inferior ao do Coritiba, ao do Vitória, ao de algumas equipes que estão em uma situação mais cômoda dentro da competição. A dificuldade, para mim, está nos detalhes”, comparou o treinador.

De bom humor, o ex-volante reconheceu ter recebido uma oferta de um clube do exterior – posteriormente revelado ser do Oriente Médio – para trabalhar, mas diz ter preferido a projeção que pode ganhar com um bom trabalho em Florianópolis. Entretanto, Pintado enfrentou a resistência, “principalmente” da esposa.

“Ela me cobrou isso”, contou, explicando que sua mulher perguntou se aceitar o Figueira em maus lençóis teria sido uma boa idéia. “Mas o que é importante neste momento é o lado profissional. Tenho a condição real de conseguir uma recuperação histórica do Figueirense. E isso me dará a chance de receber novas ofertas do exterior”, projetou.

Após seu primeiro contato com o elenco, o novo técnico alvinegro se mostrou animado para começar o trabalho. E a primeira missão de Pintado à frente do Figueirense acontece nesta quinta-feira, às 20h30 (horário de Brasília), quando o time recebe o Náutico – curiosamente, a última equipe treinada por ele no Campeonato Brasileiro, no mês de julho.

Preocupação? Por enquanto, o treinador se mostra otimista. “Desde domingo à noite, houve um primeiro contato (com os jogadores). Já fiz umas observações. Temos o grande desafio, que é enfrentar o Náutico e buscar essa primeira vitória”, afirmou, em tom revelador. “Esta equipe, para mim, tem condições de buscar um resultado contra o Náutico”, reforçou.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo