iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

18/11 - 18:59

Leandro descarta medo da torcida: 'Não sou bandido'

Lateral garante que não vai mudar a sua rotina só por causa da pressão da torcida

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Os jogadores do Palmeiras não parecem dispostos a seguir o conselho da diretoria de evitar a exposição até o fim do Campeonato Brasileiro. Nesta terça-feira, o lateral-esquerdo Leandro assegurou que vai continuar com seus hábitos normalmente, mesmo ciente da ira demonstrada por alguns torcedores nos últimos dias.

“Você tem que fazer suas coisas, se tiver que ir ao mercado, eu vou ir. Eu não sou bandido, jamais vou ter medo de sair na rua”, afirmou o camisa seis, após o treino desta terça-feira na Academia de Futebol. “Você só não pode ir para a balada, precisa ser profissional”, emendou.

O atacante Kléber seguiu a mesma linha de raciocínio e evitou falar em receio de sofrer qualquer tipo de protesto. Porém, ele avisa que sempre terá respeito pelo Verdão e vai seguir uma postura profissional. “Ninguém me orientou sobre evitar sair na rua. Você precisa estar junto com a família, não pode deixar de ir ao shopping ou jantar com a namorada”, disse.

Sempre sorridente e líderes nas brincadeiras, Leandro demonstrou, porém, uma mudança de postura nos treinos. A má fase deixou o lateral sério na reapresentação no Parque Antártica. “Se ficar brincando, sorrindo, falam que você não se importa. Mas a minha cabeça está a mil também. Estou triste e chateado”, explicou.

Como ocorreu com Luxemburgo, Leandro também já foi alvo de protestos da torcida. Em novembro do passado, ao lado do atacante Luiz Henrique e o lateral Paulo Sérgio que já deixaram o Parque Antártica, o camisa seis foi cobrado por torcedores no Aeroporto de Guararapes, em Recife.

“Aconteceu comigo em Recife, eu conversei com as pessoas envolvidas em janeiro, foi um momento bom, tranqüilo, um caso completamente diferente do Wanderley. É uma coisa que já passou”, afirmou Leandro.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo