iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

18/11 - 09:54

Juvenal confirma premiação, mas sem folclore

Presidente contou ainda que não gostava de chamar as premiações de "bicho"

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - A informação de que os jogadores do São Paulo estão ganhando premiações nesta reta final do Campeonato Brasileiro foi confirmada pela pessoa que manda no clube, o presidente Juvenal Juvêncio. O mandatário reconhece que paga ‘bicho’ aos atletas após algumas vitórias e brinca que tenta até mudar o nome do prêmio para se adequar à filosofia do Tricolor.

“Claro que damos premiação. A única diferença nossa e de alguns outros é que nós damos e pagamos a premiação, não fica crédito. Isso é da cultura brasileira. No São Paulo, eu tentei mudar o chamado bicho para dar o nome de premiação, porque assim fica melhor aqui”, afirmou o bem-humorado dirigente.

Apesar de o mandatário não confirmar, cada jogador recebe cerca de R$ 7 mil depois de determinadas vitórias. Juvenal, porém, fez questão de acabar com o folclore de que anda com uma mala cheia de dinheiro para pagar diretamente aos atletas ainda nos vestiários.

“Eu li até um artigo de um cidadão falando que eu carrego uma mala... Mas o São Paulo é um clube estruturado, com diretoria e auditoria externa e interna. Temos Conselho... Fica um negócio folclórico”, afirmou o presidente.

A informação de que o mandatário paga um bom prêmio nesta reta final de campeonato foi divulgada pelo ex-são-paulino Souza, que atualmente defende o Grêmio, adversário direto do Tricolor paulista na briga pelo título. O presidente brincou sobre a declaração do atleta. “O Souza é o Souza, o que vou falar dele?”, gargalhou Juvenal, que resmungou ao lembrar que o cavalo que deu ao meia há alguns anos já foi vendido pelo atleta.

O presidente do São Paulo ainda explicou que o bicho só é pago aos jogadores do clube em alguns momentos, e não depois de toda a partida desta reta final. “Isso é dado naturalmente, mas com parcimônia e cuidado. É preciso sentir o momento, a importância da partida e ver se o time está com astral alto ou baixo. Você vai permeando. Precisa ser dirigente de futebol, o que, infelizmente, não há muitos”, argumentou.

Ao ser questionado se já pensou no valor do prêmio depois de conquistar o título de campeão, Juvenal se esquivou da armadilha. “Não penso nisso. Eu estava dizendo ao João Paulo e ao Leco. ‘Vocês são adultos e prestem atenção porque vão jogar casca de banana no nosso caminho. Se vocês caírem, não caíram na banana, e sim na burrice porque vocês sabem que isso existe’”, concluiu o mandatário, referindo-se aos dois principais dirigentes do departamento de futebol do clube.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo