iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

18/11 - 22:29

Em jogo marcado por pênaltis, São Caetano derrota Juventude

Azulão venceu por 2 a 1; todos os gols foram marcados de pênalti

Gazeta Esportiva

SÃO CAETANO - São Caetano e Juventude fizeram, nesta terça-feira, uma partida que mostrou porque as duas equipes seguirão na Segunda Divisão do futebol nacional em 2009. Atuando em casa, o Azulão se deu melhor e venceu por 2 a 1 na penúltima rodada da Série B.

Os gols do confronto foram todos marcados de pênalti, evidenciando a fragilidade ofensiva das equipes. Luan e Vandinho foram às redes para os paulistas e Mendes marcou para os gaúchos. O resultado deixou os dois clubes com 53 pontos, porém, o alviverde possui uma vitória a mais e manteve a oitava colocação.

O cenário era melancólico. O Estádio Anacleto Campanella recebia poucos torcedores, caia uma chuva fina e intermitente. Em campo os dois times apenas cumpriam tabela e não ambicionavam mais nada na Segunda Divisão. Apesar de todos os fatores jogarem contra, São Caetano e Juventude fizeram uma partida movimentada. Os jogadores anfitriões foram recebidos com uma faixa irônica da torcida: “Parabéns Azulão, pelo 3º ano na Segunda Divisão”..

De bola rolando não foi possível sair gol. O jeito foi pará-la a 11 metros das metas. Só assim, de pênalti, que a rede foi balançada. Os gaúchos saíram na frente, logo aos 5 minutos, em cobrança de Mendes que, com paradinha, deixou o goleiro Luiz estirado no chão para só então chutar. O empate do Azulão só ocorreu nos instantes finais: Luan bateu e igualou o placar aos 40 minutos.

Entre um gol e outro, a partida desenvolveu-se em ritmo de treino. As equipes buscavam o ataque, mas a afrouxavam na marcação. Nessa combinação quem se deu melhor foi o alviverde que teve melhores oportunidades e levou mais perigo. As melhores chances foram com Mendes, de cabeça, Egidio, de dentro da área, e Walker, cobrando falta. A primeira acabou indo para fora, as outras duas pararam em Luiz. Pelo lado paulista as finalizações saíam dos pés de Luan.

No segundo tempo, o São Caetano, que atuava com três atacantes desde os 32 minutos da primeira etapa com a entrada de Vandinho no lugar do zagueiro Lino, voltou mais disposto e Michel Alves virava-se como podia. O que o goleiro do Juventude não conseguiu impedir foram as imprudências do lateral Elvis. Ele já havia cometido o pênalti do primeiro gol da equipe do ABC e novamente derrubou o adversário na área, sendo “premiado” com o cartão vermelho. Vandinho não teve problemas para virar e colocar o Azulão em vantagem aos 12 minutos.

Com vantagem numérica, os donos da casa controlaram a partida, mas não tiveram capacidade para ampliar o resultado. O São Caetano dará um até logo para a Série B diante do Avaí, em Florianópolis. Já o Juventude dá o seu até breve em casa diante do Barueri.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo