iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

17/11 - 14:51

Procurador inicia ação contra 'torcida mais problemática'
Procurador do Ministério Público, Paulo Castilho, já tomou conhecimento do caso e promete uma ação imediata

 

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - As autoridades prometem investigar com rigor os acontecimentos do final de semana envolvendo a Mancha Alviverde e representantes do Palmeiras - o técnico Wanderley Luxemburgo e o diretor de futebol Savério Orlandi. O procurador do Ministério Público, Paulo Castilho, já tomou conhecimento do caso e promete uma ação imediata.

“Tive contato com o Savério e o próprio Wanderley me ligou. A partir daí, conversei com representantes do Batalhão de Choque, da Polícia Civil e do próprio Jecrim, para que todas as autoridades fiquem cientes e a gente tome um rumo nas investigações”, disse Paulo Castilho, em entrevista à Rádio Jovem Pan.

Todo o problema começou na sexta-feira, quando o técnico Wanderley Luxemburgo foi alvo de um protesto de integrantes da torcida do Verdão durante o embarque para o Rio de Janeiro. Na confusão, o comandante do time quebrou o cotovelo.

No domingo, Savério Orlandi também fez a sua denúncia: o dirigente do Palmeiras alega que recebeu três ligações de ameaça de morte. Imediatamente, ele encaminhou o problema ao representante do Ministério Público.

“Manifestações civilizadas são normais, mas esses acontecimentos me surpreenderam”, disse Paulo de Castilho, que disparou contra o comportamento da Mancha Alviverde. “Sem dúvida, é a torcida mais problemática. As outras organizadas têm contribuído, mas eles não nos deixam opções em relação a um tratamento rígido. É uma das situações mais graves nestes três anos que tenho trabalhado no futebol”, emendou.

Segundo Paulo Castilho, há a expectativa de uma mudança na lei para que essas atitudes de torcedores sejam combatidas. “Quinta, dia 20, temos uma reunião sobre a criação de leis mais fortes no futebol. Tem que tratar com mais rigidez, assim como foi feito na Inglaterra, na Europa. Esperamos encerrar os trabalhos na quinta para isso ser remetido ao presidente e, em seguida, para aprovação do Congresso”, finalizou o promotor do Ministério Público.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo