iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

17/11 - 16:16

Juvenal sobre problemas de Adriano: "Aconteceu o que eu previa"
Adriano voltou à Inter de Milão no meio deste ano, mas já teve problemas com o técnico José Mourinho e foi afastado

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - O São Paulo se vangloriou no primeiro semestre por ter conseguido colocar o atacante Adriano em uma boa fase durante o Paulistão e a Copa Libertadores. No entanto, diante de alguns problemas que o Imperador teve no Morumbi, o presidente Juvenal Juvêncio revela que já esperava que o atacante fracassaria no retorno à Europa.

“Quando chegou para ele ir embora, eu disse: ‘Olha, não tenho uma boa mensagem para você: dificilmente você vai dar certo lá fora’. O clube europeu vê o cidadão como uma figura. Só vê que o número 32 faltou ao treino e avisa que está fora. Quando você põe um jogador desses para fora, ele sofre o estresse, que acaba provocando outras coisas. Aconteceu o que eu previa. Dei prazo de seis meses para isso acontecer e errei porque foi em menor tempo”, afirmou.

Adriano voltou à Internazionale no meio deste ano, mas já teve problemas com o técnico José Mourinho, que se dizia admirador do futebol do Imperador. O treinador português afastou o atacante depois de um atraso ao treino. Aliás, Juvenal reconhece que teve trabalho para manter Adriano longe de confusões. Depois de o atacante abandonar um treino do clube no CT da Barra Funda, o mandatário foi firme na cobrança ao atleta.

“O Adriano tinha dificuldade quando veio para cá, e eu rezei nossa cartilha para ele. Em determinado instante, ele descumpriu. Eu fui lá às 8 horas da manhã e falei para ele sentar e assinar um papel de uma multa de 40%. Eu o levei para pedir desculpas aos colegas e à comissão técnica, além de ter o colocado para falar com a imprensa. E assim acabou a crise”, resumiu.

O presidente do Tricolor, que negou o boato de um possível retorno de Adriano ao Morumbi, acredita que o atleta precisa de um acompanhamento do clube para que não cometa erros durante a temporada.

“Ele precisa de calor porque é um jovem de 26 anos, que ganhou muito dinheiro e tem um dos maiores salários do futebol mundial. Esteve para se transferir para o Chelsea por 70 milhões de euros e é vigoroso com problemas domésticos. Você precisa ter o entendimento e usar o potencial dele, senão você perde o jogador. Ele precisa ser muito bem administrado, pois tem potencial enorme”, concluiu.


Leia mais sobre: Adriano São Paulo Inter de Milão José Mourinho



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Futura Press

"Eu já sabia"
Juvenal teve problemas com Adriano no São Paulo, quando o atacante atrasou num treino

Topo