iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

17/11 - 19:01

Flamengo mantém pacto para ser 100% na reta final e buscar taça
"Quando empatamos com a Portuguesa, decepcionamos a torcida, mas o grupo se fechou, se focou no que queria", disse Ibson

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - O empate por 2 a 2 com a Portuguesa foi determinante para o Flamengo dar início à arrancada que mantém o sonho de título a três jogos do fim do Brasileiro. Após sofrer para igualar nos acréscimos o duelo contra um time luta contra o rebaixamento no Maracanã lotado, os jogadores se reuniram e fizeram um pacto: vencer as partidas que faltavam. Até agora, está dando certo.

“O grupo está de parabéns, vem trabalhando forte nesta caminhada. Quando empatamos com a Portuguesa, decepcionamos a torcida, mas o grupo se fechou, se focou no que queria. Faltavam cinco jogos e agora faltam três. Já foram duas vitórias e vamos para mais três”, promete Ibson.

Apesar da empolgação que domina a Gávea após a goleada por 5 a 2 sobre o Palmeiras, a caminhada rubro-negra em busca de mais um título nacional é complicada. O time de Caio Júnior está em terceiro lugar, a cinco pontos do líder São Paulo. Para completar, a equipe faz novo confronto direto por vaga na Libertadores neste domingo diante do Cruzeiro, no Mineirão.

Cientes das dificuldades, os cariocas tentam conter os ânimos. “Temos que manter os pés no chão. Não tem nada assegurado, tem muita coisa para jogar ainda. Demos um passo importante nessa briga e estamos dentro do G-4, mas ainda temos jogos difíceis pela frente”, aponta o capitão Fábio Luciano.

“Teremos um jogo difícil contra o Cruzeiro, que vem de derrota e está pressionado para fazer o dever de casa. Vai ser um belo espetáculo. Vamos lá para tentar pontuar, mas uma vitória seria muito importante, seria meio caminho andado para irmos à Libertadores”, completa Ibson.

O discurso cuidadoso, porém, não esconde a ansiedade de todos em vestir uma faixa de campeão que não figura no clube desde 1992. “Continuamos com esse sonho. Agora é vencer os jogos que restam e torcer por tropeços para poder continuar sonhando”, ensina Obina. “Temos que fazer a nossa parte e depois vamos ver no que vai dar”, finaliza Ibson.

Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo