iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

16/11 - 21:10

Quiñonez salva o Santos contra os reservas do Inter

Vitória por 1 a 0 deixa o Peixe com seis pontos de vantagem para o Vasco, primeiro time na zona de rebaixamento

Gazeta Esportiva

SANTOS - Michael Jackson Quiñonez saiu do banco para dar à vitória ao Santos neste domingo. Por causa de um chute despretensioso do equatoriano, que acabou desviando em Gustavo Nery e enganando o goleiro Lauro, o Peixe bateu os reservas do Internacional por 1 a 0 na Vila Belmiro e praticamente deu adeus à ameaça do rebaixamento.

Com o resultado, o Alvinegro Praiano assume a 13ª colocação do Campeonato Brasileiro, com 43 pontos, seis a menos que o Vasco, primeiro time na zona do descenso, faltando três rodadas para o término do torneio. Já o Inter, que prioriza a Copa Sul-americana e só não poupou Lauro na Vila, permanece com 51 e cai para a sétima posição.

Assista ao gol do jogo

Sobrou disposição e faltou emoção no início do jogo. Os dois times marcavam forte e dificultavam o trabalho dos jogadores da frente. O Peixe abusava dos lançamentos e desta forma criou a primeira chance da partida. Aos seis minutos, o artilheiro Kléber Pereira conseguiu desviar cruzamento, mas a bola foi para fora.

Pelo lado colorado, Daniel Carvalho era o principal encarregado de criar as jogadas e começou a cumprir o seu papel aos 14 minutos. Ele deu belo passe em profundidade para Guto, que saiu cara a cara com Douglas e chutou, mas o goleiro santista defendeu no reflexo. No minuto seguinte, a dupla voltou a funcionar e Guto balançou as redes. O árbitro Heber Roberto Lopes, contudo, invalidou o lance, apontando impedimento.

O Inter continuou melhor: Daniel Carvalho cruzou, a zaga santista não conseguiu cortar e Orozco, livre, finalizou por cima do gol. O time do litoral paulista só respondeu aos 24 minutos: Kléber Pereira dominou na área e Danny Moraes travou o atacante na hora do bate. Cinco minutos depois, o artilheiro recebe do xará Kléber e bateu forte. Lauro fez boa defesa.

O Colorado voltou a ameaçar a partir dos 30 minutos e terminou o primeiro tempo pressionando. Aos 34, Taison chutou cruzado e a bola tirou tinta da trave esquerda do gol santista. Em seguida, Gustavo Nery subiu mais que a defesa e cabeceou. Em cima da linha, Bida conseguiu tirar. A última chance da etapa inical, porém foi do Santos. Kléber Pereira recebeu na área e novamente acabou travado por Danny Moraes no momento do chute.

Os dois times voltaram sem mudanças para o segundo tempo, mas o nível do jogo caiu. Assim como na etapa inicial, os dois times trocavam passes e ficavam se estudando. Aos cinco minutos, a zaga santista falhou, mas Guto chutou por cima. Insatisfeito com a baixa produtividade, o técnico Márcio Fernandes decidiu mexer no time aos 13: Molina e Cuevas, apagados, deram lugar a Michael Jackson Quiñonez e o xará Michael, respectivamente.

As alterações fizeram bem ao Peixe. Michael nem bem entrou em campo e recebeu lindo passe de peito de Kléber Pereira. O meia bateu na saída de Lauro, mas o goleiro fez excelente defesa. Aos 17, Kléber Pereira cobrou falta com categoria e a bola passou perto do travessão. Pouco depois, Adaílton ganhou disputa pelo alto, mas cabeceou para fora.

O jogo seguia duro até que aos 24 minutos a sorte sorriu para o equatoriano Quiñonez, que não havia sequer sido relacionado para a última partida. Ele arriscou de fora da área e a bola seguia para fora até encontrar Gustavo Nery. A bola explodiu nas costas do ex-lateral santista e morreu nas redes de Lauro.

Em desvantagem, o técnico Tite decidiu alterar a linha de frente de sua equipe, escalando Walter na vaga de Taison, e pouco depois, trocando Daniel Carvalho e Guto por Rodrigo Paulista e Luiz Carlos, respectivamente. O peixe, prém, seguia com mais posse de bola e administrava a vantagem.

Emoção para os torcedores na Vila apenas aos 41 minutos, quando Douglas cortou cruzamento da direita. Pouco depois, na última chance do jogo, KLéber Pereira tentou desvio, mas Lauro salvou o Inter.

Os dois times voltam a campo pelo Campeonato Brasileiro no próximo final de semana. O Peixe encara o Coritiba, no sábado, no Couto Pereira. No dia seguinte, o Inter recebe o Fluminense. Antes, porém, o Colorado faz nesta quarta-feira o jogo de volta ante o Chivas, pela semifinal da Copa Sul-americana. Na ida, o time brasileiro venceu por 2 a 0 no México.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 1 X 0 INTERNACIONAL
  (Veja como foi o jogo lance a lance)

Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 16 de novembro de 2008, domingo
Horário: 19h10 (horário de Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa-PR)
Assistentes: José Amilton Pontarolo e José Carlos Dias Passos (ambos do PR)
Renda R$ 119.071,00
Cartões amarelos: Wendel, Roberto Brum e Kléber (Santos); Bustos e Taison (Internacional)

Gol:
SANTOS: Quiñonez, aos 24 minutos do segundo tempo

SANTOS: Fábio Costa; Wendel, Domingos, Adaílton e Kléber; Roberto Brum, Pará, Bida e Molina (Quiñonez); Cuevas (Michael) e Kléber Pereira
Técnico: Márcio Fernandes

INTER: Lauro; Bustos, Danny Morais, Orozco e Gustavo Nery; Sandro, Maycon, Rosinei e Taison (Walter); Daniel Carvalho (Rodrigo Paulista) e Guto (Luiz Carlos)
Técnico: Tite


Leia mais sobre: Santos Internacional Brasileirão

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Gazeta Press

santos_internacional

Golpe de sorte
Quiñonez chutou despretenciosamente, a bola desviou em Gustavo Nery e enganou o goleiro

Topo
Contador de notícias