iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

16/11 - 16:45

Por suposta irregularidade, Corinthians feminino vai ao STJD

Se for considerado culpado, Corinthians pode ser excluído da competição e pagar uma multa de R$ 1 mil a R$ 10 mil

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - A partida de ida da segunda fase da Copa do Brasil de Futebol Feminino pode eliminar o Corinthians do torneio. Na partida em que o Alvinegro perdeu por 1 a 0 para o Saad, a jogadora corintiana Nildinha foi inscrita irregularmente, de acordo com os adversários.

Com isto, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) irá avaliar o caso e julgar, na próxima terça-feira, o Timão e a Federação Paulista de Futebol (FPF) por ter deixado que Nildinha fosse inscrita. Se for considerado culpado, o Corinthians pode ser excluído da competição e pagar uma multa de R$ 1 mil a R$ 10 mil.

No dia 11 de novembro, quando foi disputada a partida, Nildinha foi inscrita na mesma data da realização do jogo. Esta medida contraria o regulamento da Copa do Brasil, que diz que a atleta tem que ser incluída no elenco um dia antes do confronto.

Por causa desta falha, o STJD vai enquadrar o Alvinegro no artigo 214 (incluir na equipe ou fazer constar da súmula ou documento equivalente, atleta que não tenha condição legal de participar de partida) do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD).

A partida de volta entre as duas equipes foi realizada neste domingo e o Corinthians precisava vencer por 2 a 0 para se classificar para as quartas-de-final. Dito e feito. Com gols da pivô do caso, Nildinha, e Geovânia contra, o Timão passou para a próxima fase e enfrenta o Santos.

No entanto, com a intervenção do STJD no caso, a CBF decidiu adiar a partida contra o Peixe para depois do julgamento. Caso o Corinthians seja condenado, o Saad passa para as quartas e pega o Santos.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo