iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

16/11 - 21:10

Mesmo sem temer, Tricolor pede segurança em São Januário
"Todo ano lá tem confusão e isso continua. As pessoas têm de ficar atentas porque há a dificuldade grande para chegar lá", afirmou o técnico Muricy Ramalho

 

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - O São Paulo poderá ficar bem próximo do título do Campeonato Brasileiro na próxima rodada. No entanto, além das preocupações que têm para conseguir mais um triunfo, os jogadores também estão atentos para o que encontrarão fora de campo no próximo jogo, contra o Vasco, em São Januário.

Mesmo negando que haja medo em jogar no local, os são-paulinos estão preocupados com as condições de trabalho fora do estádio do clube carioca.

“Se eu não temi La Bombonera, vou temer São Januário? O São Paulo tem jogadores experientes, que já conquistaram títulos e estão prontos para jogar. E a imprensa tem que ficar atenta ao que acontecer lá. Vamos para buscar a vitória, mas temos que estar atentos a tudo”, afirmou o atacante Borges.

O jogador, porém, ironizou ao responder sobre quais aspectos a imprensa terá de observar em São Januário. “É bom que a impressa esteja lá porque o jogo é importante e seria bom que todos estivessem observando”, sorriu, sem especificar os problemas do local.

Mesmo desconversando sobre os aspectos que o preocupam no estádio, Borges citou os problemas para o ônibus da delegação visitante entrar na casa do Vasco. “Sabemos como é jogar no Rio contra o Vasco. Todo mundo está consciente do que fazer para conseguir a vitória. Mas entrar ali é difícil, pois jogam pedras”.

O técnico Muricy Ramalho, inclusive, segue as declarações de Borges e também reclamou dos problemas extracampo que geralmente encontra em São Januário.

“Todo ano lá tem confusão e isso continua. As pessoas têm de ficar atentas porque há a dificuldade grande para chegar lá. E fica muita gente dentro de campo. É preciso ter segurança e alguém tomando conta nisso”, cobrou.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo